sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Blogagem Coletiva Sentimentos - Perdão

OFILHO PRÓDIGO

Muito alegre eu te pedi o que era meu partir,
num sonho tão normal.
Dissipei meus bens e o coração também,
no fim meu mundo era irreal.

Confiei no teu amor e voltei, sim aqui é meu lugar,
eu gastei teus bens ó pai e te dou este pranto em minhas maõs.

Mil amigos conheci disseram adeus
caiu a solidão em mim.
Um patrão cruel levou-me a refletir
meu pai não trata um servo assim.

Nem deixaste-me falar da ingratidão,
morreu no abraço o mal que eu fiz.
Festa, roupa nova, anel, sandália aos pés.
Voltei a vida, sou feliz.

Confiei no teu amor e voltei, sim aqui é meu lugar,
eu gastei teus bens ó pai e te dou este pranto em minhas mãos.

Pedi a Deus que eu não tivesse que refletir com a minha comunidade eclesial o Evangelho da parábola do Filho Pródigo. Domingo, fui substituir outro homiliasta e era justamente essa a Leitura. Foi um momento de muita emoção pra mãe que tem um filho pródigo que ainda não voltou. No momento que a Igreja cantou essa música/hino, chorei de saudade. Através da  Blogagem Coletiva proposta pela Glorinha, vou  dizer que o perdão já foi dado por mim, aliás nem precisa pedir perdão,  só falta a sua volta e o abraço para que seja completa  a festa e a alegria.

20 comentários:

Glorinha L de Lion disse...

Minha amiga, sua amiga pródiga voltou! Eis me aqui, para abraçá-la e lembrar que estarei sempre por perto torcendo por essa volta de teu filho, pois sei que em teu coração de mãe não há o que perdoar, só amar, amar, amar. Beijo enorme amiga amada!

Socorro Melo disse...

Giovanna,

Fico muito feliz por você, aliás, por vocês.
Deus com certeza está preparando uma volta maravilhosa, desse filho amado.
E de tudo isso fica a lição, de que o perdão é um bálsamo para nossas vidas, e uma oportunidade de nos aproximarmos mais de Deus e do outro.
É uma vitória sobre nós mesmos.

Um grande abraço, Giovanna.
Socorro Melo

Françoise disse...

Oi Gi,
Esta música é simplesmente linda.
Deus faz as coisas certas, e o fato de ter que substituir alguem justamente com esta parábola não foi ao acaso.
Se o seu perdão já foi dado, agora é só esperar por ele, confie!!! Por enquanto, fico com as palavras da Glorinha. Ame, ame e ame.....
Abraço apertado.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

A mensagem é muito bonita. Espero que o filho logo retorne, que ele compreenda seu sentimento e que a felicidade seja total entre vcs.

boa sorte! te desejo com sinceridade.
bjs

Tati Pastorello disse...

Amiga, preciso dizer o quanto me fez chorar? (não deixe a Macá ler que escrevi isso aqui... hehehe) Imagino a dor e emoção que deve ter sentido no momento. Estas coisas sempre nos vem. O texto que precisamos ler, na verdade é o que precisamos ouvir.
Que este dia chegue logo para sua família. É o que posso desejar. A música é linda!
Um beijo.

Lúcia Soares disse...

Giovanna, o dia chegará, espere e verá.
Adoro essa música, é bom saber que todos somos filhos pródigos, estamos sempre voltando para Ele.
Seu dia de amor e glória chegará.
Beijo!

Maria Célia disse...

Oi Giovana
Esta música é bela, gosto muito.
Não sei qual é a sua história, mais tenha fé que Deus ouvirá seu clamor.
Bjos

Macá disse...

Giovanna
Em primeiro lugar pode dizer para a Tati que eu já imaginava isso rsrsrs
Segundo, sempre quando vou à missa (não vou todos os domingos, confesso) e cantam essa música, eu me emociono demais.
Agora, quanto ao seu filho, é uma pena, ele está perdendo um tempo muito precioso ficando assim longe, e isso faz com que você também perca, com a ausência dele.
Mas Deus é sábio, e o momento de vocês está chegando, tenha fé.
Um beijo
PS: Estou muito triste com o fim da Blogagem. Não vamos nos perder, tá?

Gina disse...

Gio,
Você fez a sua parte, talvez a mais difícil...
Bjs.

orvalho do ceu disse...

OI, Gi
Ainda bem que o Pai sempre nos perdoa, né,querida?
O vídeo é lindo! Muito reflexivo.
Um bj em seu coração.

Isadora disse...

Gi, e com certeza esse tão sonhado abraço virá.Talvez só falte mais um pouquinho. Pequenos gestos demonstram que não está tão longe. Embora a espera seja angustiante e desejada logo, tudo no seu tempo chegará.
Um beijo

Cantinho da Cê disse...

Giovanna querida,

Nem preciso dizer que chorei ao ouvir a música e ler sobre seu filho. Eu tenho 3 filhos e sei como deve estar se sentindo. Mas tenha certeza que seu filho em breve voltará...

Beijos,

Wlady disse...

oi Giovanna!
torço muito pra que em breve tenha uma postagem hiper feliz sua aqui relatando a volta de seu amado filho.
grande bjk

Chica disse...

Linda e tão emocionate tua mensagem por aqui!um beijo,tudo de bom,chica

Beth/Lilás disse...

Ô Giovanna querida!
Se depender da corrente positiva de seus amigos aqui do blog, tenho certeza que isto irá se realizar em breve. E aí sua felicidade será plena.
Oxalá isso aconteça logo!
beijos cariocas

Yoyo disse...

Ô minha amiga, você já fez a sua parte perdoando-o,agora tudo depende dele, do seu filho pródigo que ainda não retornou, mas é apenas uma questão de tempo.
bjo no core

Nika disse...

Gi me emocionei com seu post, estou em lágrimas, linda música e posso imaginar seu coração e mãe apertado de ter o filho longe, vou colocar vc e seu filho em minha orações e Deus muito em breve há de te abençoar com a volta do seu filho.
Concordo com a Macá é uma pena o fim da blogagem coletiva e também não quero me perder de vc e de tantas outras pessoas maravilhosas que conheci.

bjs

Nilce disse...

Giovanna, querida

Tenho certeza de que logo tudo se resolverá e da melhor maneira possível.
O tempo te dirá as razões.

Fica com Deus!

Bjs no coração!

Nilce

LILIANE disse...

Giovanna, caríssima.
Tem muito pouco tempo que conheci teu blog e percebo o carinho que você tem com sua família.
Isso é bonito.
Lendo o seu texto, fiquei pensando que Deus é bom sempre.
Agora há pouco, tive uma crise bem séria, precisei tomar um rivotril e foi bem dificil.
Passei por experiencias muito dolorosas, de abuso na infancia e adolescencia, que acabaram provocando um transtorno psiquiatrico (o toc).
Não entendia o porque de tanto sofrimento, perto dos meus filhos ainda tão pequenos.
E um dia em oração disse a Jesus que eu receberia de bom grado aquele sofrimento se um dia, eu pudesse me devolver pra ele, falando e acreditando em sua bondade.
Tenho 38 anos. Sofri por 32 anos uma angustia terrivel que só agora consigo entender que Deus estava cuidando de mim.
Fui adotada e tive a sorte de ter o pai mais maravilhoso que eu podia.
Todo o sofrimento que tive, valeu a possibilidade de ter um pai como aquele.
Não entendia os porquês de Deus.Agora, agora mesmo enquanto passava umas roupas, tive um entendimento que nunca nenhum psicologo ou medico me deram.
Estou partilhando com você uma experiencia de vida, de dor, de internações hospitalares, de perda de emprego, porque acredito que Deus faz muito mais do que a gente imagina.
O sofrimento que passamos ainda é menor do que o mal que poderiamos enfrentar, se Deus não estivesse conosco.
Continue sua vida, orando, mudando o que precisa ser mudado, agradecendo por este filho amado, e se colocando nas mãos Dele.
Ele está cuidando de tudo.
De você, do seu coração, das suas feridas, das feridas do seu filho,
Um beijo

Deia disse...

Oi Giovana! Tinha certeza de que você trataria do assunto dessa forma pessoal - o perdão é uma verdade em sua vida nesse momento! Querida, já fui uma filha pródiga, por isso, lhe digo, acalme seu coração, pois no tempo certo ele SE perdoará também em voltará ao seu convívio! Um beijo com muito carinho (se quiser conversar, é só manda um email: rumoaescrita@gmail.com), Deia