quinta-feira, 20 de maio de 2010

Arte Terapia

As vezes fico pensando na pesada carga que temos que suportar na vida. Não somente eu carrego cruzes, cada um tem a sua pra dar conta. Trabalho, casa, marido, filhos, cachorros, sogra, problemas... Posso dizer que três coisas, me sustentam nos momentos mais difíceis, a minha fé (a certeza de um Deus amoroso), o meu blog (com os inúmeros amigos que conquistei e que me deixam recadinhos acalentadores e carinhosos) e o meu artesanato.

Gente como bordar me ajuda, traquiliza, acalma. Não só o bordado mas qualquer arte (desculpe-me os artistas de verdade como a Mara do Mundo Maravilhoso) que me arrisco a executar. Primeiro eu penso, pesquiso, faço projetos. Depois testo e executo. No final sai alguma coisa bacana  que as pessoas gostam e eu fico feliz (algumas vezes dá errado e sai coisa feia, rsrsrs). Não tenho pretensão nenhuma de ganhar dinheiro com isso, mas fico tão contente quando vejo a alegria de uma pessoa quando recebe um presente meu, personalizado, feito com todo o carinho pra ela. Ah! isso não tem preço.

Quadrinho de porta maternidade em Ponto Russo criado por mim

Aos queridos e queridas que passam por aqui deixo o meu abraço carinhoso

13 comentários:

Luciana Casado disse...

Eu acho que não tem terapia melhor, Gi!
Bjus, Lu

Chica disse...

QUEBOM QUE TENS O DOM DE FAZER TÃO BEM ISSO.sABES QUE ONTEM FIQUEI CONTIGO E O TEU POST DE ENTÃO, NA CABEÇA. REZEI,PEDI PRA QUE TIVESSES UM LINDO DIA!COMO ACABOU? TOMARA BEM!BEIJOS,CHICA

ludevalinhos disse...

Gi, muito obrigada pelas visitinhas sempre tão gentis e carinhosas.... ontem visitei seu post mas não tive coragem de comentar.....só continuo pedindo a Deus que te ilumine e conserve bem.
Um dia com tempo e com o coraçãozinho mais leve trocaremos tricozinho sobre assunto filhos....
Beijos e fique com Deus!
Bjs da Lu

Maria Lúcia - Asas da Imaginação disse...

Puxa vida! Ficou lindo, Giovanna! Parabéns!
Beijocas e bola pra frente, que atrás vem gente!Rsrsrsrs.
Desculpe dizer, mas quem perde mais com o problema mencionado no post anterior é o filhote, pois está escrito:"Honra teu pai e tua mãe para que te vá bem e sejam longos os teus dias sobre a terra".

Gina disse...

Durante muitos anos, quase toda a minha vida, estive envolvida com artesanato.
Atualmente estou meio afastada dessa atividade, mas sempre gostei. É muito prazeroso!
Bjs.

Açuti disse...

Oiii Gi,

é uma excelente terapia, né!!
Acho seus trabalhos sempre tão lindos!!!

bjkssss

Artes da Lidi disse...

Olá Gi vim agradecer pela linda mensagem e visita recebida de vc com tanto carinho.
Fico muito feliz com manifestações de carinho,de amigas que vamos criando neste mundo virtual,mas que vamos criando laços de amizades e de carinho mútuo né verdade?
Sempre que puder venha me visitar ok.
Bjão em seu lindo coraçaõ!
lidiane

Elaine Barnes disse...

Que bom que consegue canalizar esse amor e colocar com tanta sensibilidade e capricho em seus trabalhos. feliz de quem é presenteado com eles. Parabéns amiga. Ficou lindo!
Se puder nos visite
http://asmeninasdoblog5.blogspot.com/

Monica Loureiro disse...

Suas visitas sempre me animam e fortalecem.
Adorei a idéia de isso se tornar um "MOVIMENTO" ....
Todos os dias colocarei um post com um texto novo.

Tati Pastorello disse...

Gi, eu adoro ver as suas artes e gostaria de ter mais jeito para a coisa.
De vez em quando me arrisco com alguma decoupagem e outras brincadeiras com MDF, mas é muito rudimentar. Me faz bem, ainda assim. Entendi o que quis dizer!
Beijos e vamos àquilo que nos dá prazer!

Elen disse...

Obrigada pela visita...

lindo seu trabalho..

Eu gosto de bordar ponto cruz, esse ponto eu não sei...

abraços cheirosos

Lu Souza Brito disse...

É verdade Gi, é otima quando a gente encontra algo que nos faz esquecer um pouco os problemas e canaliza nossas emoções de modo positivo.

Sabe que minha sogra estava entrando em depressão pois parou de trabalhar por problemas de saúde, tals. E todo dia era só queixa, reclamações sem fim, todo dia sentia uma dor diferente, era a rainha das doenças...terrível, para ela e para a gente que tinha que ter paciencia né?

Depois de muito tempo ela entrou em um curso de pintura em tecido e olha, a diferença foi perceptível. Ela ficou motivada, alegre, se sentindo ocupada (e olha que ela tem uma casa enorme que cuida sozinha). enfim, foi uma santa terapia!

cantinho she disse...

Que fofo! Parabéns pelo talento, as suas coisinhas são sempre lindinhas! Bjo, bjo! ;)