quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Começando a preparar a casa e o coração para o Natal


Muito obrigada pelas palavras de carinho depois do meu post de ontem. Pode deixar, vou me acostumar com toda essa independência dos filhos. Mas estava pensando hoje em como os dias, os meses e os anos passam depressa. Num piscar de olhos já é Natal. Tenho que começar a planejar tudo, mudar as capas das almofadas, fazer as reforminhas que eu preciso e pensar nos enfeites que gosto tanto de colocar em casa. Ano passado bolei uma arvore de natal com fotos. Veja como ficou



Foi muito simples. Primeiro escolhi as fotos que eu mais gostava, tanto minhas e do marido, como dos filhos e dos familiares. Imprimi as fotos em paple fotográfico no tamanho de uma cartão de visitas. Fiz uma base em papel cartão vermelho e a moldurinha também no mesmmo papel. Fez o maior sucesso a minha árvore.
Outro ângulo


Mais pertinho ainda






Depois dei uma renovada na guirlanda da porta. Aproveitei a base em cipó dos anos passados, coloquei umas flores douradas da loja de 1,99 e uns bichinhos que encontrei nas Lojas Americanas



Estou cheia de ideias, para minha salinha de jantar, a varanda, os quartos. Depois vou postar aqui.  Mas gente, arrumar a casa, a ceia, os enfeites isso é fácil. O difícil é arrumar o coração e sentir realmente que o salvador chegará em nosso meio.

Beijinhos aos queridos e queridas que passam por aqui.

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Por que ele cresceu?



Grão de amor (Tribalista)



Sabe quando você sente que o filho cresceu e vai se desgarrando do seu peito? É assim que sinto a ausência do meu. Tudo bem, alguém vai me dizer que ele já tem 19 anos, que mede mais de 1 metro e 80  e que está na faculdade cuidando da vida. Mas que crescer é esse que o leva pra longe de mim? Por que eu falo e ele não responde? Por que não mais divide comigo suas preocupações? Será que esqueceram de avisar ao meu coração para não se preocupar quando ele chega tarde? Será que não avisaram para não me angustiar por ele não ter se alimentado direito?


Vitor com 1ano e Vinícius com 6


Ah, os filhos que crescem sem pedir licença, se espalham sem avisar e sem nenhuma comunicação, repentinamente, se tornam homens. Agora só me falta o Vitor vir me dizer que também quer privacidade e que está doido de vontade de mudar de casa e morar sozinho. Escuto agora: me deixe sim, mas só se for pra ir ali e pra voltar .... dos Tribalistas. Ai que vontade de chorar. Mas vou sobreviver e passar por essa fase também .Beijinhos aos queridos e queridas que passam por aqui.


Vitor 10 anos e Vinícius com 15. Última foto que tiramos, os três juntos. Vinícius agora acha a coisa mais brega do mundo  tirar fotografia comigo, com o pai ou com o irmão. Vitor está escondendo o aparelho ortodôntico com a mão.


segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Pronta pra recomeçar



Pronta pra recomeçar mais uma vez. Recomeçar a dieta, a caminhada, a vida.... mesmo que eu não emagreça o tanto que preciso,  sei que vou ficar bem, porque o importante é ter saúde. Sabe, a gente as vezes se deixa abater por aquele monte de problemas do dia a dia. É problema de filho, de casa, de marido....ainda bem que  o meu trabalho não é problema, é solução rsrsrs. Ocupa a minha cabeça e me ajuda a refletir que o mundo é bem maior que o meu umbigo.


Imagem da net

O sol nasceu hoje aqui em Vitória com toda a força nos obrigando a sair da cama com coragem pra viver. Então vamos em frente, porque não dá pra ficar chorando vendo a banda passar. Vou fazer curso de auto maquiagem no sábado, casamento de primo no outro e viagem para um curso no Rio de janeiro logo depois. Tudo vai dar certo se Deus quiser.  




Cheia de energia positiva deixo o meu abraço aos queridos e queridas que passam por aqui.







sábado, 26 de setembro de 2009

Cansada de dietas

Queridos e queridas que passam por aqui, eta sábadozinho deprê. Nem sei o motivo. Será que foi o macarrão que eu comi na casa da minha avó e não devia? Ainda tive que ir ao supermercado e ficar lá quase três horas fazendo as compras de mês. Depois coloca tudo no carro, chega em casa tira do carro e guarda tudo. Cansa! E essa história de dieta, ô coisa chata . Ainda mais pra quem adora cozinhar. Mas confesso tô ficando cansada.Ora fico cansada por estar acima do peso, ora fico cansada de ter que fazer dieta.

Peguei a imagem aqui. É do Renato Pontello

Ai, agora o Vitor chega aqui perto de mim e oferece um mixto quente. Ai Vitor tenha pena da mamãe. Acho que vou aceitar..segunda feira eu repenso esse negócio de dietas.

Procurando umas imagens de gordinhas para ilustrar esse blog (vocês não acharam que iria colocar uma foto minha, né?) e encontrei esse site http://www.gordinhaslindas.com/ . Lá vi várias dicas interessantes, até mesmo de lingeries e roupas que aumentam a auto estima.Acho que vou visitar esse site mais vezes. Agora vou ficar quietinha pra ver se essa deprê passa logo, porque eu preciso cuidar de mim.

Essa imagem peguei aqui

Hoje estou me vendo assim, mas a minha esperança é que, como acontece muitas vezes



Imagem peguei aqui

amanhã eu me veja assim e consiga melhorar o astral.

Beijinhos

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Reciclar: embelezar e viver


Ontem não fiz nada. Aliás, fiz um monte de coisas e depois li um pouco e fui  dormir para hoje recomeçar linda e faceira.  Tenho pensando muito em reciclagem e acho que é um caminho mais sensato para nós todos. Então, vendo aqui em casa um monte de cds que não serviam para mais nada, tive que arrumar alguma utilidades para os tais. Como estou sempre precisando de porta copos, porque lá em casa tem uns dois que adoram manchar os meus móveis com copos gelados, comecei a procurar na net idéias. E aí surgiram esses (fiz quatro) utilíssimos porta copos.



Um pedaço de tecido, aqui usei um com estampa de pimentas. Usei também feltro para fazer o outro lado, tesoura de picotar e a sianinha para dar um acabamento.



                                   
Vi também outras idéias bem legais como usar o rótulos das garrafas de cervejas para os descansos de copos. Ficam muito lindos e já comecei a guardar alguns. Inclusive minha amiga Eugênia Broseguini, bibliotecária como eu, porém muito mais competente, está na Inglaterra prometeu me trazer alguns de lá.




 Peguei a foto no Blog da Renata Dutra


Com os rótulos colados em cortiça e impermeabilizados peguei aqui

Há tempos venho olhando o lixo com outros olhos. Essa banqueta que serve de apoio em minha sala eu peguei no lixo da vizinha e o meu marido reformou.



Foto sem nenhuma produção,  sala totalmente bagunçada

As cadeiras da varanda também  eram do lixo de alguém



Antes




Depois, sem amarrar as almofadinhas do encosto e assento


Beijinhos para todos de agradecimentos pelos comentários e visitinhas.




quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Adoro ler



Queridos e queridas que passam por aqui, obrigada pelos comentários e pela alegria de tê-los (as) como amigos (as). Já mencionei minha paixão pela leitura. Sempre foi assim, desde quando comecei a decifrar as letras. Acabei por me enredar numa profissão que exige leitura, o dia todo, a todo momento, graças a Deus. Por isso faço tantos marcadores de livros, como forma de protegê-los. Agora que passei dos 40, preciso de óculos para leitura. O meu ficava jogado em qualquer lugar, mas vi na net, pelos blogs espalhados na grande rede, que algumas amigas arteiras confeccionavam bolsinhas lindas para guardá-los. Peguei um pedaço de feltro que eu tinha em casa e fiz uma pra mim. Veja como ficou






Aproveitando a foto indico o livro que li e adorei. O autor, Carlos Ruiz Zafon, é espanhol e nos envolve com mistério e romance tendo como pano de fundo o Cemitério dos Livros Esquecidos. Vale a pena. Deixo abaixo o gráfico para a bolsinha de óculos. O acabamento fica a seu critério. Coloquei flor de fuxico na minha e botão de joaninha para fechar.






A medida é 39 cm de altura e 10,5 cm de largura. Vou ver o que faço hoje de interessante para colocar aqui amanhã. Beijinhos

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Primavera: as flores anunciam que é possível ser feliz

A nova estação chega e apesar do dia nublado há um cheiro especial no ar, um perfume que enche a as ruas, praças  e  a cidade de esperança. Ao sair na porta de casa vejo a bungaville impondo sua presença colorida e uma nova paisagem no quintal.  Ao passar pela praça vejos os ipês, roxos e amarelos floridos e a certeza de que tudo vai dar certo. Que assim como acontece com as  estações do ano, o frio dará lugar ao sol e os ventos tenebrosos serão superados pelas flores.



 Então eu canto agradecendo ao Senhor da vida:

QUANDO OLHEI O SOL BRILHAR


Quando olhei o sol brilhar / Vi que o Senhor é Santo / Vendo estrelas lá no céu / Vi que o Senhor é Santo / Na imensidão do mar / Vi que o Senhor é Santo / No orvalho da manhã / Vi que o Senhor é Santo

O Senhor é Santo, e Ele está aqui./ O Senhor é Santo, e eu posso sentir (bis)

Nas aves do céu / Vi que o Senhor é Santo / Nas plantas a florir / Vi que o Senhor é Santo /Na fonte a cantar / Vi que o Senhor é Santo / No irmão a sorrir / Vi que o Senhor é Santo

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Devolve meu chip Pedro!!

Aos queridos e queridas que passam por aqui, meu abraço. Os tempos são novos mesmos, cada dia que passa me convenço mais disso. Uma das minhas tarefas no trabalho é logo no início do dia ler os jornais aqui do Estado e separar notícias relacionadas a Igreja para arquivá-las temporariamente. Nessas minhas leituras diárias me deparei com uma matéria sobre um jovem universitário morador de Vitória, mais precisamente de Jardim Camburi, chamado Pedro. Esse rapaz terminou há pouco tempo um relacionamento de quase um ano e a desolada ex resolveu numa  madrugada fazer o maior escândalo na sua porta pedindo a devolução do chip, isso mesmo  o chip do seu celular.


Acontece que os vizinhos revoltados com a gritaria da moça filmaram tudo e divulgaram o vídeo no youtube (confira o vídeo aqui). Já fiquei sabendo de brigas, até na Justiça,   para devolver fotos, alianças, apartamento e até cachorros.  Coisas que  marcaram os tempos de amor e chamego. Agora, pedir para devolver o chip é novidade. Fico me perguntado, será que não dá pra viver sem o chip ou ele era somente um motivo pra tentar reatar o namoro? Não sei desses detalhes e só posso dizer que são  coisas dos tempos modernos. Porque no meu tempo já era feio  pedir qualquer coisa de volta, ainda mais gritando na porta dos outros, incomodando os vizinhos. Chip  a minha geração não conheceu e na minha juventude apenas trocávamos números de telefones e bilhetes.
Com essa história quem saiu bem na fita foi o tal do Pedro que virou celebridade (soube que vai ou foi na Ana Maria Braga) mas tem que pagar o preço da fama. Toda hora passa alguém na frente da sua casa e grita: devolve meu chip Pedro!
Agradeço de coração a minha amiga blogueira Glorinha do Café com Bolo que me presenteou com o meu primeiro selinho.

                                            

 Agora tenho que colocar aqui oito características minhas:

1- Leitora Voraz
2- Atenciosa
3- Religiosa
4- Determinada
5- Chorona
6- Justa
7- Amiga para todas as horas
8- Passei dos 40 (sem problemas)

Convidar Oito Blogueiras(os)


É uma delícia esse universo de Blogs. A gente faz amigos e conhece tanta gente interessante. Estou apaixonada por tudo isso aqui. Beijinhos

sábado, 19 de setembro de 2009

Por um mundo melhor

Como tenho orgulho das coisas que fiz e de toda a trejetória que tracei para chegar até aqui.  Sempre respeitando o meu irmão e assumindo com entusiasmo a luta por um mundo melhor.  Uma Comunidade Eclesial de Base, salvou-me da solidão, das rebeldias da adolescência e da tentação de viver alienada. Foi numa comunidade, Igreja Católica lá em Rio Marinho, Vila Velha que compreendi o quanto eu era amada por Deus e a importância que cada indíviduo tem no mundo  e na história.  Lá fiz amigos e irmãos para toda vida. Assim, com fé e esperança,  vivi e vivo tentando construir um mundo melhor.


De trabalho em trabalho, celebrando a vida e a missão, acabei por coordenar, junto com outras competentes pessoas, o Grupo de Acompanhamento ao Legislativo - GAL. Um grupo de Igreja que fiscaliza os políticos? Sim, afinal a fé e a  vida andam juntas.  Objetivo principal do Grupo é mostrar ao eleitor como faz e age aquele que foi eleito por ele. E que esse eleitor, tome consciência do seu poder de voto e mude a sua e a nossa hitória. Políticos desonestos e corruptos estão lá, nos representando, porque foram eleitos, democraticamente eleitos pelo voto do povo.
Nesse trabalho tivemos resultados positivos e outros nem tanto. Conseguimos afastar alguns políticos que não merecem a confiança do povo e o grupo sempre teve o respeito da sociedade. Por causa do GAL fui convida em 08 de março de 2006, dia internacional da mulher para uma entrevista de capa de um dos jornais mais populares e lidos do Espírito Santo.



Hoje já não faço mais esse trabalho e outras pessoas e grupos organizam-se para retomá-lo.





Entretanto continuo acreditando na força da organização popular e na proposta sedutora do Evangelho de Jesus Cristo e por isso participando, celebrando e organizando ainda na Comunidade Eclesial de Base do bairro onde moro.



Celebrando na Comunidade Santo Antônio - Cidade Continental - Serra / ES, eu e meu marido

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Casa de passarinhos

Gente, tenho marido prendado. Talvez nem tanto quanto o da Isabel da casa de Juntados mas que é prendado é. O problema é esperar pela boa vontade dele, mas quando se anima faz coisas lindas. Andando por Santa Teresa, uma cidade bucólica, com temperatura européia (sem exageros Giovanna), aqui do interior do ES, notei que nos jardins das casas os moradores colocavam lindas e artesanais casas de passarinhos. Pronto, bati o pé.Quero uma dessas também eu logo falei. Fomos pesquisar os preços e quase desanimamos. O marido, pensando em enrolar disse que faria uma pra mim ainda mais bonita do que todas as que vimos. Tá bom, concordei. E aí chega em casa e nada de casinha. Enrola daqui, enrola dali e seis meses depois de muita cobrança  a dita cuja ficou pronta. Valeu a pena esperar, nosso jardim ficou mais bonito e recebe todos os dias  visitas ilustres que alegram os dias e as tardes da gente. Pardais, Beija flores, canários....Recebem água fresquinha e pedidos para que voltem sempre.
Agora a casinha de passarinhos precisa de reparos e ele nem tá aí. O que cansa é ter que cobrar, cobrar. Mas sei que um dia sai. Está me devendo também a reforma das cadeiras e mesa da copa pois comprei um tecido e quero renovar tudo. Quem sabe eu postando isso aqui (sei que ele visita essa página também) ele não se anima pra fazer o que me prometeu, mesa, cadeiras, janela. Não é marido?






quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Coisas lindas que vejo pelo caminho

Queridos e queridas que passam por aqui vinha eu hoje para o trabalho pensando, sempre pensando, porque  morar longe do trabalho dá tempo pra pensar. E como é bom ter tempo pra pensar... pois é mas vinha pensando na alegria de morar num lugar abençoado chamado Espírito Santo. Tão abençoado que vindo da minha cidade (município de Serra na Grande Vitória) para Vitória, capital do Estado, município onde trabalho, posso admirar belas paisagens sempre banhadas por uma linda luz do sol. Quase sempre temos sol porque nesse lugar o verão se faz presente quase o ano todo e apesar do vento desses dias de primavera, as praias estão sempre cheias.

Moro num lugar pertinho de uma praia chamada Carapebus
Para chegar ao trabalho posso escolher passar pela linda Praia de Camburi
Ou passar pela nova Ponte da Passagem, inaugurada recentemente
Essa é nova ponte e não a da foto anterior
E na volta, com o céu escurecendo,  ainda tenho a companhia da pedra do Penedo, imponente, dizendo pra mim: - não esqueça de voltar amanhã cedinho
 
E isso tudo abençoada  por Nossa Senhora que fica ali do outro lado em Vila Velha num histórico monumento chamado Convento da Penha
Aí eu paro e penso mais uma vez: tem como não começar o dia cheia de esperança de que tudo vai dar certo? E na noite de ontem, depois de chegar em casa, terminei esse lindo marcador de livros para a Alice. Espero que ela goste.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Amo meu trabalho


Hoje a caminho do trabalho vinha eu refletindo que ter emprego num país como o nosso, com tantos desempregados é uma dádiva. Mas trabalhar fazendo aquilo que você gosta e escolheu, realmente é um presente do céu. É assim que eu me sinto em relação ao meu trabalho. Sabe quando na segunda feira você acorda, cansada, com vontade de ficar mais um pouquinho na cama e mesmo assim disposta a enfrentar sua jornada com alegria? Considero isso um privilégio.   


Minha equipe trabalhando com documentos históricos e a Val,  ali no meio (na foto da esquerda), com os documentos administrativos da Cáritas Arquidiocesena de Vitória

Incentivar e promover a leitura entre os funcionários: uma das minhas metas

Alegria e satisfação são sentimentos que me invadem quando chego aqui  e percebo quanta coisa ainda há para fazer. Todos os dias recomeço com a certeza de que será o dia também de encontrar aquela documentação importante para aquele pesquisador que tanto necessita. Coordenar o Centro de Documentação da Arquidiocese de Vitória é fazer parte de um projeto maior e ter a certeza de que o mais importante é preservar a nossa história e servir aquelesque nos procuram.
Eu e a equipe junto com o Arcebispo, Bispo e o pessoal da Companhia vale do Rio Doce
que financiou a reforma do anexo do aquivo central

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

As mães deveriam viver para sempre

22 anos sem a minha mãe
Como eu queria ter uma mãe para ver os seus olhos brilhando de felicidade com a minha chegada e úmidos de uma tristeza saudável com a minha partida. Uma mãe que fizesse chocolate quente e bolo de milho para me esperar. Que brincasse com os netos e se derretesse como açúcar com proteção e cuidados, num encanto de avó.



Ah, como me faz falta um colo macio e protetor e a experiência dos cabelos brancos de quem já viveu tanta coisa e superou inúmeros desafios. Como faz falta a palavra carinhosa de minha mãe, a certeza do seu apoio incondicional e o seu olhar de cumplicidade que recebi em vários momentos da minha vida. Sinto falta também da sua alegria que fazia piada de coisas sérias e ria dos dramas do dia-a-dia, dando uma leveza consoladora na vida dos que estivessem a sua volta.
Mas foi tão curto o tempo em que cuidou de mim. Nem sequer me permitiu pedir perdão por tantas coisas. Não me viu entrar na igreja para casar com quem escolhi e nem me acompanhou quando esperei os netos que desejou. Não esteve presente na minha formatura e não ouviu o meu discurso apaixonado recheado com os valores, que me ensinou ao longo da nossa convivência, embutido no meio das palavras, entrelaçados entre os pontos, parágrafos e letras.
Minha mãe comigo no colo em meu aniversário de 4 anos
Por que o Senhor Deus não faz as mães durarem para sempre? E porque o Deus da vida permite que os filhos levem tanto tempo para compreender as mães? Como demorei em entender tanta coisa e reconhecer outras tantas. Como custou para mim avaliar o preço alto que pagou pela minha vida. Noites insones, solidão, ameaças e gritos de um pai severo, peregrinação de porta em porta a procura de um abrigo e trabalho. Depois toda a sua juventude doada em favor dos cuidados de uma menina, pequenina, que chorava sem motivos e que só tinha os seus braços como redoma. Foi alto realmente o preço porque abortar era verbo inconjugável para ela. Ainda teve que aprender a lidar com a revolta de uma filha adolescente porque por mais que fosse forte, por mais que se desdobrasse em cuidados não conseguiu substituir um pai. Conseguiu sim ser uma super mãe, mas mesmos as mulheres poderosas têm limites e tanto esforço não foi suficiente para proteger-me da ausência do meu pai.
Mas agora estou aqui, sem saber o que fazer diante da vida e dos entrelaços que ela apresenta. Só me resta fazer memória da sua coragem e do seu exemplo de vida. Posso sentir o seu perfume nas noites de desespero, posso enxergar o seu olhar nas minhas horas de dúvidas e incertezas, posso até mesmo escutar o som da sua voz me dizendo, durma agora minha filha porque amanhã será outro dia e tudo se ajeita. Porém queria mais, queria presença concreta, afago, colo, conselho, resposta, partilha de mãe com a filha que agora é mãe.
Eu grávida do Vinícius em 1990
As mães deveriam viver para sempre. Existe coisa mais triste que filho sem mãe? Mas Deus sabe de todas as coisas. Pode existir coisa mais fora de contexto, mas sem propósito do que a mãe ter que velar o seu próprio filho? É contra a lei natural da vida. Só agora entendo essa dinâmica e me conformo com a saudade. Saudade dos conselhos, da alegria e do olhar de cumplicidade. Agora só me resta juntar tudo o que fomos e tudo o que me restou para encontrar o meu caminho e as minhas respostas, baseando-me na sua coragem e no seu amor. E assim me preparar para esperar pelos meus filhos com chocolate quente, bolo de milho e colo macio.           
                                                                                                                                     http://docesencontros.blogspot.com/2007_06_01_archive.html


quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Organização


Queridos e queridas que passam por aqui, recebam o meu abraço carinhoso. Resolvi que tinha que arrumar o meu cantinho. Sabe, aquele lugar onde as arteiras de plantão guardam as "tralhas" todas. Tecidos, cola, tintas, linhas, agulhas, riscos, moldes e outras mil coisitas que fazem a nossa alegria. Essas coisas precisam estar  organizadíssimas, caso contrário,  deixam a sua casa de pernas para o alto. Aí já viu marido reclama, filho reclama e você também reclama de você mesma. Rsrsrs. Então decidi comprar umas caixas organizadoras para deixar tudo mais ou menos ajeitado. Fiz pesquisa, gastei sola de sapato...e nada de achar a caixa que eu queria num preço bom. Depois de muito andar achar umas bonitas e legais num hipermercado que tem filiais espalhadas pelo Brasil. Marido, que foi lá comigo,  achou o preço das caixas alto, achou também que estavam um pouco sujas. Mas bati o pé e comprei duas e ele resolveu me presentear com mais duas.
São Made in China (sem preconceito rsrsrs) e forradas de tecido em tom azul liso
Estampado, com alças. Limpei com a escova de roupas e ficaram lindinhas.
As caixas são dobráveis se estiverem vazias. Olha só antes e o depois da minha arrumação
          Antes                                              Depois    
                  
Acho que ficou melhor. A partir de hoje vou começar a organizar o guarda roupas e as gavetas.
Beijinhos agradecidos a vocês.