terça-feira, 29 de setembro de 2009

Por que ele cresceu?



Grão de amor (Tribalista)



Sabe quando você sente que o filho cresceu e vai se desgarrando do seu peito? É assim que sinto a ausência do meu. Tudo bem, alguém vai me dizer que ele já tem 19 anos, que mede mais de 1 metro e 80  e que está na faculdade cuidando da vida. Mas que crescer é esse que o leva pra longe de mim? Por que eu falo e ele não responde? Por que não mais divide comigo suas preocupações? Será que esqueceram de avisar ao meu coração para não se preocupar quando ele chega tarde? Será que não avisaram para não me angustiar por ele não ter se alimentado direito?


Vitor com 1ano e Vinícius com 6


Ah, os filhos que crescem sem pedir licença, se espalham sem avisar e sem nenhuma comunicação, repentinamente, se tornam homens. Agora só me falta o Vitor vir me dizer que também quer privacidade e que está doido de vontade de mudar de casa e morar sozinho. Escuto agora: me deixe sim, mas só se for pra ir ali e pra voltar .... dos Tribalistas. Ai que vontade de chorar. Mas vou sobreviver e passar por essa fase também .Beijinhos aos queridos e queridas que passam por aqui.


Vitor 10 anos e Vinícius com 15. Última foto que tiramos, os três juntos. Vinícius agora acha a coisa mais brega do mundo  tirar fotografia comigo, com o pai ou com o irmão. Vitor está escondendo o aparelho ortodôntico com a mão.


9 comentários:

*****Aninha***** disse...

hahahaha... desculpa pelo riso, mas é isso que toda mao passa né??? A minha passa pelo mesmo...hehehe Como naum sou mae ainda, só vou saber como é isso daqui alguns (muitos) anos...
bjaoooo

Luciana Casado disse...

São fases, menina! Nem te estressa, na adolescencia os filhos fogem dos pais... mas depois desse tempinho eles voltam para a barra da mãe... ;)
Bjus, Lu

Elen disse...

Aíaí...

vendo esse post, tenho medo de qdo chegar a minha hora...

vou aproveitar e curtir mais um pouquinho...

abraços cheirosos

Dorinha Junqueira ;) disse...

Queriida, obrigada peela visitinha no meu blog, fiquei muito feliz com seu comentario e que tenha gostado do meu blog!
agora vou conhecer seu blog e pela musica q postou eu ja vi que serei seguidora já!
beijos beeijos

Açuti disse...

Oiii,
aiii que medo, mas fazer o que né, mãe passa por isso mesmo...mas só de pensar que meu baixinho vai crescer, deixar de ser ´só meu´ e ser do mundo (que realmente é), isso me enche de pavor!!!
Mas vamos lá viver cada fase desses nossos filhotes e aproveitar, né!!!
super bjks pra vc.

Ana, A menina que roubava idéias disse...

Que medo!!!

Meu Vitor com 10 e Lulu com 7 anos. Tenho um tempinho para aproveitar, pois acho que não vamos nunca nos adaptar completamente a isto. beijos.

Glorinha Leão disse...

Ai amiga, é assim mesmo...a vida passa tão rápido, que quando a gente vê, eles já são adultos, com vida própria e, nós, meras expectadoras...
E as reações deles, iguais as que a gente teve com as nossas mães...tudo se repete...e só aí a gente percebe como o amor de mãe é muito maior do que o deles por nós...
Mas essa fase de ter vergonha da gente passa, daqui a pouco vão ser seus melhores amigos!
beijos, e console-se, pois filho é tudo igual!

Wlady disse...

Não fi1ue triste, é assim mesmo, seu menininho que precisava o tempo todo de vc cresceu. Acho que os meninos quando crescem ficam mais reservados, mas não deixam de amar os pais, tenha certeza, só não demonstram tanto. Tenho um irmão e vejo que foi assim lá em casa. bjk e força no coração!

Isabel Cristina disse...

Ai Giovana, eu sei que vou passar por isto! Minha filha só tem três aninhos mas a cada conquista dela fico feliz e com uma dor no coração ao mesmo tempo... coisas de coração de mãe...