segunda-feira, 19 de julho de 2010

Intimidade Fraternal

Pelo caminho, atrasada e cansada já na manhã de segunda feira, vinha pensando nessa Blogagem Coletiva e sobre o que abordar. Intimidade fraternal.... lembrei dos poucos amigos queridos que tenho, tão próximos e quase irmãos. Mas quando passei em frente a uma loja que estava ainda, aquela hora (quase 10 da manhã), com as portas fechadas li o seguinte comunicado.
Fiquei analisando o conteúdo do texto e o que estaria por trás disso. Claro que esse pai ou essa mãe vão perder dinheiro mas também fiquei pensando no quanto o filho vai ganhar e nenhum dinheiro do mundo pagaria isso. O que está escrito ali na verdade está na contra mão da história. No momento em que se deixa filhos  para ganhar dinheiro, alguém deixa o dinheiro e o trabalho para ganhar o filho. Lindo! Pura intimidade.


Aos queridos e queridas que passam por aqui deixo o meu abraço carinhoso.

9 comentários:

Manuela Freitas disse...

Querida Amiga,
Uma forma simples e diferente de abordar o assunto, mas assim devia ser de facto, nos nossos sentimentos devia estar de lado, os interesses, sejam eles quais forem.
Beijinhos,
Manú

Isadora disse...

Querida Gi de encontro com o mundo que vivemos, certamente, mas muito mais feliz.
Que linda inspiração para a blogagem e um grande alerta.
Um beijo

pensandoemfamilia disse...

Muitas vezes indo na contra mão nos deparamos mais com a ess~ecnia da vida- laços de afetos-.
Bjs,

Teresinha Ferreira disse...

Olá Gi,
Para ler, pensar e refletir muito.
Fique bem.
Bjs mil

Lola Meireles disse...

É verdade. Essa criança ganhou uma mãe consciente de seu papel, coisa muito rara hoje em dia.
Mt legal

Açuti disse...

Oiiii Giiii

tb estou com saudades de vc, viu!!!
Desculpe o sumiço, viu!!!
Mas essas minhas primeiras férias estão me tirando a energia...
Mas agosto já está chegando e minhas atividades voltarão ao normal e minhas visitas, tb!!

super bjkssssss...tenha uma excelente semana

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Sinceramente...eu me tornaria cliente fiel desta loja rs.
Pq com certeza o lucro é enorme. O lucro de felicidade, convívio, fraternal.
Com certeza é alguém que pensa primeiro no verdadeiro bem-estar de uma família e não apenas no bolso.
Eu achei maravilhoso.
Li o post sorrindo, que gostoso.

Bjs e obrigado por compartilhar esse ato tão bonito.

Silvana - Interior Adentro disse...

Oi Giii!

Passei para lhe falar o qto me emocionei com teu relato em meu blog - tanto que até mencionei vc na penultima postagem.

Tua história é linda, menina. Uma história de superação, mesmo com o abandono até os 9 anos.

E é com base nessa superação que vc reconquistará teu filho, esyeja certa disso.

A menta é complexa demais e cavucar feridas agora não resolverá. Teu filho deverá amadurecer mais, sair de casa, encontrar teu caminho, tropeçar em pedras e sofrer para valorizar os pais que tem.

Teu mairdo eu entendo, pois é mesmo frustrante essa situação toda... E ainda ter de sustentá-lo, de certa forma. Afinal ele mora aí e não fala não só com os pais, mas com os provedores! É mesmo uma questão delicada.

Se me permite a intromissão e o palpite, acho que vc deveria fazer uma análise e pulverizar toda essa culpa, afinal são escolhas do teu filho. Sei que dói e nesse ponto a análise te ajudará bastante.

Acho que vcs pais deveriam definir parâmetros mais rígidos com ele, como definir um prazo para que saia de casa assim que se formar, por ex. Sei que vai doer, mas é um modo dele conferir respeito aos genitores, no mínimo. Isso fará dele um homem melhor no futuro.

Já aconteceu isso comigo, infelizmente. Mas desse assunto falarei num outro episódio....

Espero que vc fique bem, querida.

Acho essencial vc procurar um terapeuta para tentar encontrar uma saída para essa dof´cil equação...

Conte comigo sempre.

Boa semana

Beijoooo

Anônimo disse...

Amiable fill someone in on and this fill someone in on helped me alot in my college assignement. Gratefulness you as your information.