quarta-feira, 7 de julho de 2010

A artista de Xangai

A autoria do livro é da americana Jennifer Cody Epstein

A artista de Xangai é o título do livro que estou lendo. Gente estou adorando! Deixei  Chatô: o rei do Brasil na fila e estou viajando nessa história maravilhosa. É um romance baseado  na vida e no trabalho artístico de Pan Yuliang, embora seja obra de ficção. O livro relata a história de uma menina orfã chinesa, vendida como escrava e prostituta por seu tio aos 14 anos, sua luta pela sobrevivência e pelo seu reconhecimento como pintora. Yuliang é um das pintoras chinesas mais talentosa do século XX.


Retrato de Pan Yuliang

Acho que vale a pena a leitura, quer pela história bem contada, quer pela trajetória de vida (apesar de ser ficção) dessa mulher que viveu na China entre 1899-1977.

Os preparativos para o curso estão a todo vapor. Dei uma paradinha para escrever esse post pois os meus dedos coçavam de vontade de partilhar com vocês essa leitura.

Aos queridos e queridas que passam por aqui deixo o meu abraço carinhoso.

8 comentários:

orvalho do ceu disse...

Olá, amiga muito querida
Amanhã, 15h30 min estarei na porta do Shopping em V. Velha para encontrar-me com nossa outra amiga do ES, como não tive sua resposta, fiquei sem poder combinar com vc. Que pena!
To fora de casa mas passo pra dar um alô.
Bjs e votos de muita paz interior.

Macá disse...

Giovanna
Imagino que o livro seja muito bom mesmo.
Sabe que não estou com tempo de ler ultimamente. Está sim: se leio o jornal, não entro no blog, se entro nos blogs, não leio nenhum livro porque não dá tempo.
Preciso me reorganizar.
bjs

cantinho she disse...

Ah que legal, adoro ler!
Valeu a dica! Beijo, beijo!
She

orvalho do ceu disse...

Oi, querida
Ainda vou insistir para nos encontrarmos no fim de semana. Pode ser em Vitória no Domingo ou segunda... Me dê seu cel que eu te procuro, passe-me, por gentileza, por e-mail.
Aguardo ansiosa, conversei hoje por tel com nossa amiga de V. Velha... nos desencontramos... vamos continuar tentando, né?
Bjs e vamos tentar até conseguirmos!
Com fé, venceremos!

Manuela Freitas disse...

Querida Gi,
Óptima dica, vou ver se encontro por cá o livro.
Já estava com saudades de vc.
Desejo que tudo continue a correr bem
Beijinhos, Manú

Luma Rosa disse...

Já que está sem tempo, a leitura deste livro é mais light que "Chatô".
Não sei se lei "O amante" de Marguerite Duras - é um livro autobiográfico e como gosta de biografias, acho que vale a indicação.
Se tiver sem tempo, tem o filme, de mesmo nome. Ele é um pouco monótono para quem está acostumado com filmes de ação, mas de uma sensibilidade e riqueza incríveis. Mas vê sozinha, porque não sei seu marido, o meu não gosta de filmes assim. :D

Bom descanso! Beijus,

Fátima disse...

Pela sua sinopse deve ser mesmo uma ótima leitura, já anotei, vou aceitar a sujestão.

beijinho carinhoso e agradecido.

p.s.espero que tudo esteja correndo bem com os preparativos para o curso de secretárias e a palestra.
Boa sorte.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Gostei dessa dica de leitura! Vou procurar o livro. Me pareceu muito interessante. Gosto muito dos livros que contam como era a China até essa grande mudança que viveram. Mesmo que seja ficção, com certeza deve ser interessante.

Eu li Chatô há um bom tempo. é interessante, mas esse citado tem uma cara de ser mais saboroso rs.
bom domingo e desculpe a invasão ao blog!