quarta-feira, 2 de junho de 2010

O Elixir da Juventude

Contam as minhas tias e a minha avó (minha mãe também contava) que quando eu era bem pequena, ficava paradinha com o olhar perdido e numa posição muito séria. Quando me viam assim, perguntavam:
- O que você tem menina?
Eu respondia
- Nada, só tô pensando.
Inconformadas com a resposta, perguntavam então:
- Mas pensando em que?
E eu seriamente dizia:
- Pensando na vida.
Isso sempre foi motivo de graça na minha família, afinal pode uma criança com pouco mais de dois anos ficar pensando na vida? O que pode passar na cabeça de uma menina de tão pouca idade, além de sonhos alegres e doces fantasias?  Sempre achei que envelheci antes da hora. Assim foi a vida toda, sempre com respostas adultas, atitudes adultas, muita seriedade e poucos momentos para brincar  e rir do nada. Estava eu  sempre "pensando na vida", preocupada com a minha vida e das pessoas ao meu redor. Isso não é mérito, pode acreditar, pois as coisas deveriam ter seguido um curso natural e eu deveria ter amadurecido no tempo certo.
O ápice desse "amadurecimento precoce" se deu quando aos 34 anos simplesmente parei de menstruar, assim do nada. Depois que tive meu segundo filho com 31 anos comecei a sentir os sintomas da pré menopausa. Mas nem imaginei o tamanho do problema e nem sequer cogitei a possibilidade de menopausa precoce e da impossibilidade de futuramente ter outro filho (um terceiro) ou outra filha como sempre desejamos. Mas não deu mesmo. Em maio de 1999 foi embora para nunca mais voltar. Exames solicitados  constataram útero e ovários envelhecidos e atrofiados. Paciência! Depois disso, para amenizar os sintomas (horrorosos) da menopausa  e garantir uma melhor qualidade de vida, só reposição hormonal.

Pensa que esse envelhecimento se deu apenas no corpo? Que nada!As vezes me sinto mais velha que vovó, mais cansada do que aquelas lindinhas da terceira idade que ficam lá na praia fazendo hidroginástica na maior animação. A cabeça envelheceu também. Som alto e barulho me irritam, falta paciência pra brincar com as crianças e rolar no chão com os sobrinhos e afilhados. As vezes a tolerância é zero e nem posso dar a desculpa da TPM. Mas confesso que estou melhorando. 

O Blog tem exercido um papel importante na minha vida. É como se fosse uma espécie  de elixir da juventude. Tenho  vários amigos por aqui, que são mais novos do que eu, que têm idade para serem meus filhos. Tenho também amigas e amigos da mesma idade ou mais velhos um pouquinho. Mas principalmente tenho amigos do mesmo tempo. Amigos do tempo de ser feliz, do tempo de buscar um equilíbrio entre o amadurecimento e a juventude. É como se agora eu fizesse o processo inverso, parando o relógio do tempo. Como se  esse diário virtual  me ajudasse a recuperar a juventude que ficou pra trás, esquecida, sem que muitas vezes eu tivesse me dado conta dela.

20 comentários:

Wlady disse...

oi querida Gi!
nossa parece que eu estava lendo o meu diário (com exceção da menopausa precoce-hehehe)!
grande bjk

Priscila Rodrigues Bittencourt disse...

Gi...
que texto belíssimo, adorei ler e lhe conhecer mais um pouquinho.
O que acho "interessante" deste mundo virtual é que como você disse: não importa idade, mas sim VONTADE de ser feliz.
Como é bom ser feliz, e, no momento em que estamos aqui esquecemos quem é mais velha e quem é mais nova e nos unimos para sermos AMIGAS; COMPANHEIRAS que sabemos que, virtualmente e, às vezes, até fisicamente podemos contar umas com as outras.
O melhor disto tudo é que deu pra sentir que você está feliz....
E pode ter certeza que a mim você faz bem, pelo simples fato de saber que você está sempre me visitando e deixando recadinhos bonitos como: Não vamos te esquecer!!!!
Você é importante pra mim (e acho que não só pra mim!)
Continue assim.
Beijos e ótimo dia!
;)

Eliane disse...

Gatinha, tem um selinho pra vc la no meu blog. Passe pra ver!!!

cantinho she disse...

Queridaaaaaaa Gi! Que post lindo, sabia? Mulher de garra, mulher que vence, mulher que nos mata de orgulho de sermos mulheres, adorei!
É sempre muito bom estar aqui!
Bjo, bjo!
She

Eliene Vila Nova disse...

Oi minha querida, fico feliz em saber queo o blog está sendo uma ajuda para este problema, um elixir como você diz, ,mas olhe, falo por experiência própria, tenho 31 anos, amadureci cedo, fui castigada pela vida, ainda não tenho filhos,ainda penso em fazer a terceira faculdade e ainda não sei o que quero ser quando crescer,rsrs...minha idade está na minha forma de viver, as vezes mesmo cansada,penso ainda ter 23 e me irrito com os cabelos brancos tentando dominar minha cabeleira preta, não quero usar tinta e por isso eles vão ficando, ser jovem, mesmo com problemas hormonais, é questão de viver.
Sorria, faça o que te deixa feliz, aproveite seus filhos, não lamente pelos que não teve, eu ainda não tive nenhum, você é joveme não é um problema hormonal que vai te cansar, te impedir de ser feliz, se quiser conversar,ouvir besteiras, histórias de minha vida louca me adiciona no msn pra gente rir e papear.
Adoro vir aqui, amei as sandálias, lindas mesmo.
Conte comigo.
Você é jovem e linda.
Beijos

Artes da Lidi disse...

Amei o seu post menina.Nossa muito bacana este seu relato .
Obrigada por compartilhar sua vida com a gente,é isso que nos faz crescer e só vem acrescentar coisas importantes em nossa vida,muito obrigada de verdade.
Eu tb as vezes tenho um desânimo,vontade de ficar só,só eu e eu.entende?rsrs
Mas confesso que o artesanto só veio acrescentar coisas positivas na minha vida,após aprender não me sinto triste e nem desânimada,quando vem aquela tristezinha,pego logo um fuxico,ou a máquina de costura e mãos a obra...rsrsrs
Mas só tenho que agradecer a DEUS por cada pessoa especial que conheci no blog,só fazem somar a minha vida!
Bjão tenha um abençoado fds prolongado que DEUS esteja no controle de sua vida e da sua familia.
com todo carinho lidi

Mona Gouvea disse...

Que bom que voce se abriu, quando voce abre a boca para falar de voce são vencidos traumas e feridas, é uma terapia gratuita, parabens.

Bruna disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bruna disse...

Gostei muito deste post!
Serve de exemplo para que as pessoas independente da idade que tenham, possam aproveitar cada momento da vida e tentar torná-los os mais felizes possíveis!Gosto muito do jeito como você consegue passar emoção através dos textos que escreve. Saber tocar as pessoas através de palavras escritas é um dom. Parabéns pelo seu! Grande beijo!

Açuti disse...

Oiii Gi,

puxa, não sabia de menopausa precoce...aprendi!!!
Quanto a parar o relógio e voltar, que ótimo!!! Isso faz muito bem....
Tenha um excelente feriado...
bjksss

Beth/Lilás disse...

Giovanna, querida!
Que coisa sua prematuridade, aliás em tudo!
No entanto, percebo que refloresceu em outras coisas e por isso outras pessoas, mais jovens inclusive, se aproximaram e gostam de interagir contigo. Sinal de que não está envelhecida ainda, pelo contrário, acho mais inteligente, mais segura e por isso mais realizada.
muitos beijinhos cariocas

Glorinha L de Lion disse...

Giovanna, foi precoce mesmo sua menopausa..nunca ouvi falar de uma tão cedo assim...mas o resto, estou igual, paciência acabando, não aguento som alto nem dirigir à noite consigo mais, estou com fotofobia...não aguento luz forte...ô coisa...fora os outros probleminhas particulares e íntimos...mas em compensação...a gente passa a se aceitar mais naõ acha? deixa a gordurinha a mais pra lá, deixa ser um pouquinho chata e implicante, e até com os outros ficamos (eu, no caso...) mais tolerantes...pelo menos pra alguma coisa boa serve envelhecer né amiga/
Beijos.

armalu disse...

Olá, que post bonito e quanta verdade encerra, vai perceber isso mais tarde, agora aproveite a sua joventude e viva cada dia como se fosse o ultimo, só assim para aproveitar cada segundo do seu dia.
voce tem ima coisa linda, a sua juventude, viva e aproveite que ela foge rapidinho . muito amor e luz em sua vida

Paula Betzold disse...

Oi querida, te mandei um e mail, veja se respondeu. QUanto a se sentir velha, vale o que esta dentro de nossos corações!!! Eu tb tive que amadurecer rapido, fui mae nova, comecei a trabalhar muito cedo. Lembro das minhas amigas indo a praia e eu indo pro trabalho, nao podia ir pras baladas pois acordaria cedo no dia seguinte... Sem contar a responsabilidade que assumi ao ser mae, que pode ter me custado uma interrupçao na juventude... as preocupações e prioridades mudam completamente.
O blog tb tem me ajudado mto na minha vida, sem contar a quantidade de pessoas maravilhosas, como vc, que tenho conhecido!
beijinhos

Silvana - Interior Adentro disse...

Oi Giii

Olha, eu tenho uma amiga muito querida, a Silvia, que parou de menstruar aos 33 anos, logo depois do 3o. filho.

Ela me disse que, na época, até deu agradeceu a Deus, pois tinha crises terríveis de TPM, estava se separando do marido e não desejava mais filhos.

Ocorre, porém, que ela NUNCA se interessou em fazer reposição hormonal, em procurar um geriatra (é importante), foi deixando pra lá, não ligou....

Hoje ela 52 anos e já perdeu quase todos os dentes, pois teve uma descalcificação severa que, descobriu-se depois, era resultado da osteoporose precoce.

O médico disse que se ela tivesse feito a reposição hormonal, ido a geriatra e tomado outros cuidados na alimentação, hoje não passaria por esse problema.

Portanto, amiga, vc está muito distante da Silvia, vc se cuida e isso refletirá em uma velhice sem tantos percalços ou outros sofrimentos antecipados.

Todos temos problemas, sejam físicos ou da alma (como é meu caso). São nossas cruzes né? E se a carregamos é pq temos força pra isso.

Se precisar conversar, conte comigo! :O)

Beijooo

Barbie Girl disse...

Gi, querida!
Obrigada pela força na semana anterior, é muito bom saber que temos amigas por perto, mesmo que virtual... que Deus te abençoe grandemente.

Domingo é o niver do Guilherme, por isso estou sumida, tentando dar contas dos preparativos e dos vários pedidos do pequeno.

Um bom fim de semana, bjks

Misturação - Ana Karla disse...

Bom dia Gi!
Conheço um caso parecido.
Que coisa, hein!
Sou seguidora de um blog muito interessante que fala do climatério. Não sei se você vai gostar, mas costumo me informar também por lá. Ela começou a pouco tempo com esse blog, mas é bem legal.
O blog é:

http://essetalclimaterio.blogspot.com/

Xerosssss

Nanda Nascimento disse...

Nossa...quantas experiências únicas você vivenciou, mais muitas estarão por vir, relatos como os seus, são muito enriquecedores, são reflexões para toda uma vida...as vezes não compreendemos como as coisas acontecem, mais elas só nos fortalecem e nos fazem críticos de nossas próprias vidas.

Beijos e flores!

Monica Loureiro disse...

Que lindo este post, amiga...
Quando estiver se sentindo velha, leia Rubem Alves. Ele é um menino de oitenta e poucos anos....

Voce é uma pessoa muito especial pra mim, sabia ?

Anônimo disse...

necessita di verificare:)