quarta-feira, 9 de junho de 2010

Atarefada



Gente ando sumida por aqui mas claro sem deixar de dar uma passadinha nos blogs de vocês. Acontece que estou nos preparativos da Festa de santo Antônio, padroeiro da minha comunidade, que começa no dia 10  e termina exatamente no dia dele 13 de junho. São muitas atividades: tríduo, jantar e baile das famílias, missa e festinha com comidas típicas. Coisas simples mas que fortalecem a comunidade e animam a caminhada. Não só eu estou trabalhando temos uma equipe cheia de disposição , né Mara?


Aproveito para falar do livro que estou lendo nas horas vagas, Maldição e Glória: a vida e o mundo do escritor Marcos Rey.


Marcos Rey é o pseudônimo de Edmundo Donato, escritor paulista (17/2/1925-1/4/1999). Autor de 45 livros, entre eles romances policiais ambientados em São Paulo. Edmundo Nonato, seu nome verdadeiro, nasce no bairro do Brás, filho caçula de um empresário gráfico de formação presbiteriana. Entra em contato com a literatura pela obra de Monteiro Lobato, impressa na gráfica do pai.

Termina o curso clássico aos 18 anos e, quando se preparava para ingressar na faculdade de direito, é acometido por lepra e recolhido no Sanatório Padre Bento, em Guarulhos, em regime de prisão. Em 1946 foge a pé para o Rio de Janeiro, onde vive entre o subúrbio e a zona de prostituição da Lapa. (ESSE É O GRANDE SEGREDO DE MARCOS REY QUE CARLOS MARANHÃO REVELA)


 

A experiência serve de subsídio para obras como O Enterro da Cafetina (1967) e Memórias de um Gigolô (1968). Sobrevive de traduções de livros infantis e de cartas que escreve para prostitutas analfabetas. Volta para São Paulo, curado da lepra, e em 1953 publica seu primeiro livro, Um Gato no Triângulo. Assina 30 roteiros de cinema, entre eles várias pornochanchadas.

Em 1967 faz sua primeira telenovela, O Grande Segredo. Escreve capítulos para o programa infantil Vila Sésamo e é um dos responsáveis pela adaptação de Sítio do Picapau Amarelo para a televisão. Na década de 80 inicia sua obra infanto-juvenil a pedido da Editora Ática, pela qual publica sucessos de venda como O Mistério do Cinco Estrelas e O Rapto do Garoto de Ouro. Morre em São Paulo, de câncer no fígado.
Fonte: http://www.algosobre.com.br/biografias/marcos-rey.htmlEstou adorando. Leitura gostosa que revela a história fascinante de um autodidata que gostava de contar boas histórias.

Aos queridos e queridas que passam por aqui deixo o meu abraço carinhoso!




25 comentários:

Misturação - Ana Karla disse...

Essas festas de comunidade são tudo de bom né Giovanna?
Aproveite e muito bom trabalho.
Xeros

Cris França disse...

Oi Gi, esses festejos tem que ser vividos intensamente, adoro junho por causa disso, dá uma saudade...bjs

Paula Betzold disse...

Ai ai... a fesyinha dve ser um arraso, se desse eu juro que iria! beijos

Isadora disse...

Oi Giovana que barato a festa que vocês estão organizando. Muito legal!
Não conheço esse autor nem o livro, mas adoro indicações.
Um grande beijo e boa sorte com a organização.

Chica disse...

Boas festas e preparativos!beijos,tudo de bom,chica

Lu Souza Brito disse...

Oi Gi, tudo bem?
Aqui também tá muita correria, mas eu tô feliz. Muito trabalho para mim é coisa boa.
Sei como sao estes preparativos, minha sogra esta aqui tbm envolvida com a comunidade nesta preparação. Eu confesso que vou so curtir!
Beijokas

Gina disse...

Também preparei um prato em homenagem ao Dia de Santo Antônio, publico domingo, na blogagem coletiva da minha irmã.
Bjs.

Beth/Lilás disse...

Ai, que eu adoro uma festa junina!
Vou me mandar lá pra Petrópolis este fim de semana, só pra ver se descolo uma festinha dessas!
E sábado é Santo Antonio, né!
Ueba!
Legal a história de Marcos Rey, não conhecia nada sobre.
bjs cariocas

armalu disse...

Boa festa para voces, por aqui esta a chover o que vai estragar um pouco as marchas de Lisboa, mas quem sabe o santo ajude?! bj

Elenice Laet disse...

Deve ser um corre corre bem divertido...rsrs..que bom...você descreveu tão bem o livro que até me deu vontade de ler também!
Amiga, passei pra ssber como você está e também deixar um beijo e um abraço carinhoso.
Até breve!!

Heloísa disse...

Giovanna,
Vi seu comentário sobre o Frei Betto, no blog da Lucia, e vim atrás de você para conhecê-la.
Gostei da dica do livro, e de saber que você está empenhada na festa de Santo Antonio. Adoro festa junina.
Convido-a para conhecer meu blog.
bjs

Barbie Girl disse...

Aiii Gi, vc e essas maravilhosas festas típicas!! Um mundo de beijos

Paula Betzold disse...

Oi Giovana, relaxa! Por que eu mesma nao quis falar muito que ia operar devido ao medo... já já eu to boa! Se eu fosse um pouco menos ligada na tomada estaria melhor, acredite!!

Beijinhos!!!

Spertnez disse...

Oi,
estas festas são tudo de bom não é mesmo.
Simbolizam muitas coisas e todas e acima de tudo representa a cultura, o folclore brasileiro.

Até.

Macá disse...

Giovana
Gostei muito da dica do livro. Mas sabe, eu tenho trabalhado muito pra meu gosto rsrsrsrsrs Quando tenho um tempinho de sobra, quero ler os blogs (coisa que quase nem tenho feito). Se bem que aqui, é como ler um bom livro, não? tamanha a qualidade de alguns.
Mas já escrevi muito. Vai lá preparar a festa que Santo Antonio merece.
Um beijo

Bloggirls disse...

Que delícia! Me lembrou de Sto Antonio! Puxa vida eu fazia tanta simpatia pra saber se ia casar,essas coisas de menina e eu acreditava em todas.,até mais mais absurdas que era descascar a laranja e giras falando o abecedário todo pra ver em qual letra ela quebrava,é claro que a gente forçava a inicial do menino que gostava né?! rs...
Sobre o escritor Marcos Rey é o pseudônimo de Edmundo Donato achei hiper interessante a história dele e já tinha ouvido falar da obra,mas, nunca li. Ao contrário de você sou meio preguiçosa pra ler.Montão de bjs e obrigada por me ensinar tanto aqui.
Elaine Barnes

Isabel Cristina disse...

Oi Giovana, muito obrigada pelo carinho e pelas palavras de apoio. As coisas estão melhorando por aqui e acho que em breve voltarei a blogosfera! Afinal, não consigo ficar longe deste mundo por muito tempo!

Com certeza, a festa vai ser um sucesso!! Beijocas

Barbie Girl disse...

Gi querida...

Passando para agradecer o carinho e desejar um feliz dia dos namorados, que sua vida seja sempre de amor.

beijos no coração!

Lúcia Soares disse...

Giovana, acho que todo mundo gosta de festa junina, não é? Eu gosto, adoro pé-de-moleque, mas não gosto muito de canjica. rsrsr
Espero que corra tudo muito bem, depois de tanto trabalho.
Sobre o autor, nunca o li, mas conhecia de nome e a foto dele já tinha visto. Vou procurar os livros dele. Temos que prestigiar nossos autores.

Giovana, tem um selinho e um meme no meu blog para você. Como não sei se você gosta, fique à vontade para aceitar ou não, ok?
Beijos, bom fim de semana, boa festa, feliz dia dos namorados!

Paula Betzold disse...

Oi Gi! Obrigada pela força, hein?! Era só carencia de mãe dodói! beijinhos!!!

Paula Betzold disse...

Gi! Te ofereci um selinho la no blog, fique a vontade se nao quiser, beijos

STILO BASICO disse...

oi Giovanna , passei para desejar um om final de semana , que a festa de Santo Antonio seja muito boa...

bj

Lidia Ferreira disse...

Boa festa amiga e feliz dia dos namorados
bjs

Nanda Nascimento disse...

É bom participar destas festas, do início, meio ao fim.
Eu Também participo de tudo.

Anotada a indicação.

Beijos e flores!

Mara D'Almeida disse...

Ei Giovanna, li atrasada essa postagem. Você tem razão a Festa do padroeiro é muito boa, mas nos deixa bastante atarefada.
Vi sua postagem aí sobre um livro que está lendo. Por acaso não tem aí nenhum para me emprestar? Estou doida pra ler "A Cabana", mas ainda não pude comprar, mas qualquer um que me indicar está bom.
Beijos