terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Biblioteca no Ponto de ônibus

Gente, sou mesmo rato de biblioteca. Quer dizer. Deus me livre de ser rato e ainda mais de bibliotecas. Porque os roedores destroem acervos de livros que são como manjar para eles. Mas eu adoro uma biblioteca  e seu cheiro, adoro tocar nos livros, sou muito apaixonada por eles. Então onde tem uma biblioteca lá estou eu.

Sabe aquelas ideias maravilhosas que que são a sua cara, que combinamcom você? Pois aqui no meu Estado, mais precisamente na Grande Vitória, há uma ideia assim, a minha cara, a Biblioteca do Transcol.

Imagem daqui

Sempre pensei num projeto assim, onde a informação e a leitura estivessem ao alcance de todos. Mas entre sonhar com o projeto e ter tempo e condição para desenvolvê-lo há uma grande distância. Mas graças a Deus alguém sonhou e realizou e hoje os terminais rodoviários, onde se concentram o transporte coletivo da Grande Vitória contam com bibliotecas para os passageiros.

Imagem daqui
Há pouco tempo chegou no terminal que frequento, onde desembarco quando venho para o trabalho e embarco quando vou embora a tarde. Ontem quando cheguei lá, deixei a pressa de lado e fui bisbilhotar. Toquei nos livros, li páginas e orelhas de alguns, acariciei outros. Além disso conversei e fiz um monte de perguntas ao atendente e no final, é claro, fiz minha carteira de sócia. A carteirinha fica pronta na hora, basta ter um documento e comprovante de residência. Fiquei impressionada com o grande número de usuários que estão frequentando as Bibliotecas do Transcol.

Imagem daqui

Como estava no finalzinho do livro "Parem de falar mal da rotina", da Elisa Lucinda aproveitei e  tomei emprestado um do Zuenir Ventura, "Chico Mendes: crime e castigo".

Esperar o ônibus agora ficou muito mais fácil e prazeroso. Bom melhor dizer que agora esperar o ônibus ficou menos difícil e o tempo de espera pode ser aproveitado com  prazer, informação, cultura...

17 comentários:

Chica disse...

Que coisa legal e boa essa,heim? Vale a pena esperar...beijos,chica

Misturação - Ana Karla disse...

Essa idéia é mesmo maravilhosa.
Soube no ano passado, de uma inauguração de uma biblioteca no terminal de ônibus aqui em Paulista-PE.
A idéia, pelo que lembro era mais ou menos assim também. Achei maravilhoso e espero que o País inteiro faça isso.
Como você disse, esperar ônibus fica até mais prazeroso.
Xeross

Maria Célia disse...

Olá Gi
Ideia genial esta de bibliotecas nos terminais de ônibus.
Poderia bem servir de exemplo pra outras cidades, principalmente pra minha, tão carente de cultura.
Gi, vou dar uma chegadinha no próximo final de semana na sua cidade, aniversário do meu tio que fará 90 anos.
Bjo

Gina disse...

Muito boa ideia, tomara que outros sigam!
Bjs.

Beth/Lilás disse...

Oi, Gi!
Que barato este projeto da sua cidade!
Deveria ser lei em todas as cidades do Brasil, assim cresceria mais o interesse pela leitura nos cidadãos e a espera seria bem mais agradável.
Quanto ao livro do Zuenir Ventura, imagino que seja ótimo como sempre foram suas crônicas que gosto de ler até hoje, desde os tempos de estudante que o admiro.
Depois diga-nos o que achou do livro, ok.
beijinhos cariocas

pensandoemfamilia disse...

Oi Gi

Excelente este projeto, que venha por aqui também.
bjs

Iram M. disse...

Eita Gi, que agora vc ta no céu, né amiga?
Fico feliz por vc. Ainda vou te ver num destaque de um projeto de leitura.

Beijos Gi. Saudade docê.

Iram

Iram M. disse...

Eita Gi, que agora vc ta no céu, né amiga?
Fico feliz por vc. Ainda vou te ver num destaque de um projeto de leitura.

Beijos Gi. Saudade docê.

Iram

Lidia Ferreira disse...

Minha querida , muito legal ne´, temos aqui em sampa no metro , eu acho uma otima ideia
bjs

Silvana - Interior Adentro disse...

Oi Giii!

Finalmente conseguir chegar até vc, amiga! Aff, que loucura...rs

Desculpe-me a longa ausência de teu blog, a falta de notícias. Estive completamente absorta nos cuidados com minha mãe, isso é bem complicado.

Mas agora acho que acertei com as enfermeiras e nem precisarei mais ficar 24 plugada nela. Vê como são as coisas: ela teve de adoecer para nos aproximarmos!!

Bom, mas não é algo bem resolvido dentro de mim... Tem muita água pra rolar, Gi.

Amei esse lance de ônibus-biblioteca!

Aqui tem um em SP, mas a porcaria do PSDB disponibilida um único para ir em todo estado, mas de 500 cidades. Pode uma coisa dessas? É miséria moral esse partidozinho.

Uma coisa que tinha saudades qdo morava em SP era do metrô. Dentro tinha pontos de venda de pcket livros, esse de bolso pequenos e bem baratinhos. Era coisa de no máximo 10 reais cada um.

Eu tenho vários que comprei dessa época. Ficava ali parada e comprava um pra ir matando o tempo. Paulistano, em geral, lê bastante. Mas isso acho que se deve a linha de metrô que eu pegava, então é uma constatação meio furada...rs (pegava a linha Consolação até a Ana Rosa, bairros classe alta).

NoBrasil faltam essas iniciativas. Muitos brasileiros não leem porque livro ainda é caro, infelizmente.

Com a inclusão digital e o acesso livre para baixar muitos livros, creio que o mercado se transformará.

Eu prefiro livro que eu psosa pegar, cheirar, dormir com ele ao meu lado. Mas a nova geração não é assim como eu. Pra eles praticidade é tudo. Bom, o importante mesmo é ler, ne´?

Receba todo meu afeto, querida.

Beijooo

Ah, morri de inveja do seu encontro com a Tati (queria estar no lugar dela...hehehe)

Maria Célia disse...

Oi Gi
Minha viagem a Vitória é muito corrida, vou para o aniversário do meu tio, será também um encontro de primos, tias, de várias partes do Brasil e que não vejo há muitos anos.
Após a festa vamos para Guarapari, onde devo ficar uns três dias e depois retorno a Minas.
É uma pena não podermos nos encontrar desta vez, quem sabe em outra oportunidade, se Deus quiser.
Beijo e boa noite.

Nilce disse...

Gostei e achei muito interessante esse projeto Gi.
Que bom poder pegar um livro para ler na espera ou mesmo dentro do ônibus.
Parabéns a quem com brilhantismo distribui conhecimento e prazer através dos livros, e a você pela divulgação do projeto.
Tomara que se estenda por todo Brasil.

Bjs no coração!

Nilce

PS: Querida, obrigada pelo carinho sempre comigo. Te adoro viu?

Glorinha L de Lion disse...

Amada, já reparou que as melhores ideias são sempre as mais simples? Como ninguém pensou nisso antes? Genial! Eu, como sabe, tb gosto demais de ler, de tocar, de sentir...mas gosto de ter os meus! Mas se tivesse uma dessas aqui perto de mim, bem que eu pegava uns pra ler...a grana anda curta pra comprar todos os que eu quero...Vou te mandar um email com meu endereço, esqueci...hehe...são os tempos conturbados... Beijos,

Maria Lúcia - Asas da Imaginação disse...

Oi amiga! que idéia fantástica, biblioteca nos terminais rodoviários! É por isso que acredito que há muita esperança para o desenvolvimento do nosso País.
Gi, fui correndo ver seu depoimento em meu e-mail, mas não chegou. Mande novamente, por favor.
Beijocas.

Ozenilda Amorim disse...

Oi Menina,
Vim agradecer sua visita, gosto quando vc vai ao meu blog.
Sabe que aqui em Brasília também essas bibliotecas em ponto de ônibus? Mas não têm esse glamour todo. E as pessoas devolvem o livros que pegam, acho isso nobre.
;)

Tati disse...

Gi, adorei!! Queria umas assim aqui no Rio também. Por que também sou apaixonada por livros. Muitas vezes entramos na livraria do shopping só para namorar capas... rsrs Infelizmente não podemos comprar todos os títulos que desejamos. Ah, com um projeto destes, com livros tão pertinho, vale à pena, hein? Beijos.

www.comtextosdavida.com disse...

Xeretando o blog da Glorinha passei por aqui porque me interessou o post sobre a biblioteca. Adorei, acho que todas as cidades deveram aderir a este projeto. Vou sugerir aqui em São Bernardo do Campo. Luto para que o Brasil leia mais. Se não fizermos algo logo não teremos mais leitores.
bjs Lais