segunda-feira, 12 de abril de 2010

Azul - Blogagem Coletiva


A MENINA DO VESTIDO AZUL

Num bairro pobre de uma cidade distante morava uma garotinha muito bonita. Acontece que essa menina freqüentava as aulas da escolinha local no mais lamentável estado: suas roupas eram tão velhas que seu professor resolveu dar-lhe um vestido novo.

Assim raciocinou o mestre: "é uma pena que uma aluna tão encantadora venha às aulas desarrumada desse jeito. Talvez, com algum sacrifício, eu pudesse comprar para ela um vestido azul".

Quando a garota ganhou a roupa nova, sua mãe não achou razoável que, com aquele traje tão bonito, a filha continuasse a ir ao colégio suja como sempre, e começou a dar-lhe banho todos os dias antes das aulas.

Ao fim de uma semana, disse o pai: "Mulher, você não acha uma vergonha que nossa filha, sendo tão bonita e bem arrumada, more num lugar como este, caindo aos pedaços? Que tal você ajeitar um pouco a casa, enquanto eu, nas horas vagas, vou dando uma pintura nas paredes, consertando a cerca, plantando um jardim?"

E assim fez o humilde casal. Até que sua casa ficou muito mais bonita que todas as casas da rua, e os vizinhos se envergonharam e se puseram também a reformar suas residências.

Desse modo, todo o bairro melhorava a olhos vistos, quando por isso passou um político que, bem impressionado, disse: "é lamentável que gente tão esforçada não receba nenhuma ajuda do governo". E dali saiu para ir falar com o prefeito, que o autorizou a organizar uma comissão para estudar que melhoramentos eram necessários ao bairro.

Dessa primeira comissão surgiram muitas outras e hoje, por todo o país, elas ajudaram os bairros pobres a se reconstruírem.

E pensar que tudo começou com um vestido azul... Não era intenção daquele simples professor consertar toda a rua, nem criar um organismo que socorresse aos bairros abandonados de todo o país. Mas ele fez o que podia, ele deu a sua parte, ele fez o primeiro movimento, do qual se desencadeou toda aquela transformação.

É difícil reconstruir um bairro, mas, é possível dar um vestido azul!

Adoro essa história e sempre gosto de contar como motivação nos meus cursos. Nessa blogagem coletiva continuo fazendo propaganda das maravilhas feitas pelo nosso criador.
 
O AZUL OFERTADO PELO CRIADOR
 


 
(Imagens da Net)
 
E dos meus artesanatos, feitos com todo carinho e cuidado, minha terapia
 
 ARTESANATO AZUL FEITO POR MIM
 








Havaina customizada especialmente para essa blogagem

Hoje é dia da padroeira do Estado do Espírito Santo, Nossa Senhora da Penha. E nessse feriado especial quero homenagear meu Estado com
 
 
Imagem de Nossa Senhora da Penha com seu manto azul


O convento da Penha vestido de azul durante a noite

Desejo a vocês estabilidade, profundidade, lealdade, confiança, sabedoria, inteligência, fé, verdade, eternidade.  conhecimento,  integridade, poder, seriedade, generosidade, saúde, cura, frescor, entendimento, tranqüilidade, proporcionados pela cor azul..


30 comentários:

Taty disse...

essa história é linda mesmo. Agora esses artesanatos amiga,... que obras de arte hein? amei o coração!!! amei tudo!!
Um beijo pra vc querida!!!

Gina disse...

Há um mês passei aí pelo convento da Penha, uma construção belíssima.
Esse estória é linda e merece realmente ser divulgada. Você escolheu muito bem.
Vou destacar o pregador de roupa, uma graça!
Boa semana!

Misturação - Ana Karla disse...

Giovanna,
essa história é bem real, pois é assim mesmo que funciona no cotidiano.
De um simples ato de amor se transforma um tudo.

Olha, essa sua havaiana está um espetáculo. É decoupáge?
Aprendi umas com decoupáge, mais não tão bonitas quanto essa sua.

Xeros azulados!

Lu Souza Brito disse...

Que linda história Giovanna! É assim mesmo, um gesto de amor gentileza gera outros. Me lembrou aquela estorinha da corrente de boa ação: cada pessoa que receber uma boa ação de alguém, secompromete a ajudar outras 4 pessoas, assim, em pouco tempo o mundo inteiro estaria se ajudando mutuamente.
Um abração

Glorinha L de Lion disse...

Minha doçura...essa estória é linda e se fosse seguida, quantas vidas poderia mudar! Mas vontade política é o que mais faz falta no nosso país...mas vamos ver se agora eles acordam depois de tantas vidas destruídas...Mas, pensemos azul! Vamos vibrar positivamente nessa cor, pelo menos hoje e vestir de azul, pelo menos em pensamento para os que sofrem e os que necessitam de um pouco de paz e conforto!
Beijos azuis minha querida!

Tati Pastorello disse...

Giovanna, eu também amo esta história e acho que nos incentiva a fazer nossa parte. Quando damos o exemplo movimentamos o mundo!
Está linda sua blogagem. Um beijo.

Vivi disse...

Oi Gi
Toda ação tem uma reaçao não é verdade??!!! imaginemos se as pessoas seguissem um pouquinho só essa estória??!!! que maravilha seria!!!!
adorei as fotos!!!
suas artes estão tão caprichadas!!!! parabéns!!!!!
com carinho
bjs

Barbie Girl disse...

Oi minha querida!

Mas que linda história! O azul é uma cor que nos remete á muitas coisas boas e nos inspiram também!

Ah se sempre fosse assim, ah se todos pudessem fazer uma pequena parte, mudando muita coisa!!

Estou encantada com seu azul!

Um grande beijo

Beth/Lilás disse...

Giovanna,
Gostei muito do desenrolar da sua história sobre o Azul, começando pelo simles vestidinho azul da menina humilde até as visões sociais que, intrinsecamente se relacionam com o tema. Perfeito!
Fora os seus artesanatos que são fofos e admiro muito coisas que são feitas pelas mãos humanas.
Teu post pode ser enquadrado como um post politicamente correto e lindo.
um super beijo carioca azulado

marliborges disse...

Olá Giovanna! E tudo começa assim... com o primeiro passo. Excelente! Tudo, e os artesanatos, menina!!! Parabéns!
Bjssssss

Françoise disse...

Linda história. Assim vamos caminhando e fazendo nossa parte p/ que tudo fique azul.
parabéns!!!!!
Abraços,
Françoise

Manuela Freitas disse...

Olá Gi,
Conhecia a história, mas realmente é bonita e de grande profundidade, porque olha-se para as coisas e tudo parece muito complicado, mas às vezes um pequeno gesto faz toda a diferença.
Quanto às coisas belas que fazes, é uma maravilha e és muito prendada, coisa que eu não sou nada!...
Retribuo de coração os teus desejos,
Beijinhos com carinho,
Manú

Eliane disse...

Obrigado, hoje li muita coisa bonita ligada ao azul mas seu texto me trouxe lagrimas não de tristesa mas de amor belo post azul e beijos azuis como o vestido da menina.

cantinho she disse...

Giovanna, querida, que post mais lindo, amei! Tudo lindo, a estória e as imagens que vc escolheu, uma verdadeira delícia vir aqui hoje, diga-se de passagem que como sempre, né? (hehe)
Beijocas!

Jacinta Dantas disse...

Giovanna,
essa história, para mim, confirma o quanto nossas ações tem efeito na rede da qual somos todos partícipes. Em qualquer ponto da rede, ao mexer com um elo, toda a rede é afetada. Oxalá pudessemos ter sempre boas ações nos elos dessa rede.
Bjs

Rozani disse...

O que mais eu posso dizer com tantas palavras bonitas?!Amém!
Bjs,Rozani

Violeta Nascimento disse...

adorei tudo o que li e vi aqui...seu trabalho é um capricho só...
Uma semana muito azul pra você e muito obrigada por sua visita.
beijos
vi

Luma Rosa disse...

Voltei!! Ontem tentava comentar e caia tudo aqui!! (rs*)

Eu não conhecia a história e também acredito que atrás de uma boa ação, acontecem avalanches de ações. Não é à toa que na sidebar do meu blogue, tenho a frase "Uma escolha certa sempre leva à outra"

Estou apaixonada nesta havaiana! Eu quero!! :D

Beijus,

Barbie Girl disse...

Oi querida

Para iluminar seu cantinho trouxe um lindo verso;

"Um Deus infinito pode se dar inteiro a cada um de seus filhos.
Ele não se distribui de modo que cada um tenha uma parte,
mas a cada um ele se dá inteiro, tão integralmente
como se não houvesse outros."
-A.W.Tozer

Açuti disse...

Oiii Gi,

adorei o post azul!!!

Lindo!!!

bjksss e tenha um excelente dia!

Mara D'Almeida disse...

Lindo sua postagem do azul, primeiro que essa história é muito interessante, há muito tempo não ouvia ela. E outra é que amei a foto do convento ("Nosso Patrimônio Histórico e Católico") e Nossa Senhora" Abraços e Parabéns!!!!

Lugirão disse...

Adorei teu post, a vida é feita de atitudes, as vezes pequenas mas que somadas as outras se tornam grandes.

Também adoro as agulhas e linhas e tenho alguns bordados azuis, mas só lembrei de mar, céu...

Cláudia M. disse...

Que texto maravilhoso, e que grande lição de vida que transmite! Não podemos ficar à espera que "quem de direito" faça tudo, que fique com todas as obrigações. Às vezes a partir de um pequeno gesto, dão-se grandes transformações. Não conhecia a história, mas achei linda de verdade. Vou guardá-la para recordar sempre!
Descobri agorinha mesmo o seu blog, gostei muito.
bjs

Tida disse...

Giovana, que bonita história! è assim mesmo que devemos fazer: começando pelo que a gente pode, o resto vem por acréscimo.
Bjos

Isadora disse...

Oi cheguei aqui através da Blogagem Coletiva e simplesmente, amei a história contada.
Um grande beijo

Cibele disse...

Gi, que post lindo!
Adoreiiiii vc esta muito chique amiga..

beijokas

Eu Mulher disse...

Suas obras de arte são lindas!!

O azul é perfeito!!


Bjs

Chelle disse...

Olá!

Adorei esta história! Realmente, as coisas poderiam dar muito certo se todos fizessem um pouquinho e desencadeando muitas outras ações.

Estou te seguindo agora.

Bjão!
http://chelleschons.blogspot.com/

Chica disse...

Que maravilha tudo isso,Giobanna! Linda postagem bem AZUL! Vamos nos encontrar mais agora!beijos,chica

Stael Luchi Brunow disse...

Olá Giovanna
tudo bem. Acompanho o seu blog a um tempo, por causa dos bordados que adoro e pra minha surpresa , advinha, foi você que fez a toalha para o meu filho Pedro. Sou esposa do Danilo que trabalha na Sect. E sempre que via suas fotos eu falava, conheço ela de algum lugar, Mundo pequeno né. Adora seus trabalhos. Beijos .Se quiser comunicar comigo meu e-mail é staelsimoes@hotmail.com