sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Leitura, um grande prazer

Gente querida voltei. Estava com saudades, mas sem coragem para postar pois ainda tenho dores e enjoos. Mas agora voltando ao normal e depois de  saber que minha reunião de amanhã foi cancelada, fiquei mais ainimadinha. Obrigada pelos recadinhos carinhosos. Glorinha, Açuti, Ana Karla, Maria Lúcia, Jô, Taty e Lúcia Klein, amigas tão queridas, sempre com carinhos em forma de letras pra deixar aqui no blog, obrigada.

Hoje vou postar (quem sabe uma sugestão) o livro que estou lendo. Sabe gente, sempre contei histórias para os meus filhos, lí para eles desde sempre, incentivei a leitura desde muito cedo. Além disso eles sempre me viram com um livro na mão, com outro esperando na cabeceira, sempre me viram lendo. Nunca esperei professor incentivá-los,  fiz eu mesma  o papel de disseminadora da leitura. Acho que está dando certo. Um deles é um leitor voraz, escreve bem, fala bem, sabe conversar sobre vários assuntos. O outro ainda está caminhando na estrada do gosto pela leitura.

Acredito na leitura como fonte de informação, de formação de prazer, de lazer. Depois da faculdade procurei cursos de pós graduação na área da Biblioterapia; a leitura como função terapêutica. Mas quem disse que tem esse curso por aqui? Então fiquei só na vontade por que estudar fora do Estado agora não dá. Mas penso muito em fazer um trabalho voluntário em hospital, asilo, creche.

Aqui no trabalho temos uma pequena biblioteca que eu também coordeno e tento disseminar a leitura entre os funcionários. Olha que tem dado resultados pra lá de positivos. Mas pasmem! Os maiores usuários da biblioteca sãos os funcionários mais simples. São esses que todos os dias leem os jornais e fazem empréstimos de livros. Não é muito bom isso?

Agora quero deixar registrado aqui o livro que estou lendo. Nunca imaginei que gostaria de ler sobre a vida de Carmem Miranda. Mas Ruy Castro é na verdade um grande pesquisador e conta a história da pequena notável de forma simples, porém dentro do contexto histórico da época. Carmem nasceu em Portugal, veio para o Brasil ainda bebê. Aliás deveria ter nascido aqui  mas seu pai adiou a viagem de navio com medo das consequências da travessia para o bebê e sua mãe. Poucos artistas representaram o Brasil tão bem como Carmem Miranda.  Estou adorando a leitura.  


Aos queridos e queridas que passam por aqui deixo o meu abraço carinhoso.

14 comentários:

Glorinha disse...

Oi amiga, que bom que está melhor! eu adoro o Rui Castro, já li vários livros dele...mas esse ainda não...está na minha lista faz tempo, mas agora, com sua dica, vou comprar assim que der.
Beijinhos.

Açuti disse...

Oii Gi,

que bom que melhorou!!!

Obrigada pelas palavras viu...e nada melhor que um dia após o outro para nos renovar,né!!!

Olha que interessante...não li o livro sobre Carmen Miranda...mas todos esses dias eu estava pesquisando sobre sua vida pela net...e me encantei com a história...a dica para mim é mais do que excelente...vou correr atrás deste livro.

bjkss

Maria Emilia disse...

OLA GIOVANA, COMO É A VIDA DA GENTE ATE UM TEMPO ATRAZ AGENTE QUE FALAVA PELOS FILHOS AGORA SÃO ELES FALANDO, E FALANDO PRA MILHOES DE PESSOAS COMO É O SEU CASO, PARABENS ISSO FOI CRIAÇÃO PERFEITA,TAMB TENHO ORGULHO DOS MEUS, QUE DEUS SEMPRE ESTEJA DO LADO DELES E MUITAS FELICIDADES,.
trabalhos da emilia blogspot.com
esse é meu blog quando sentir vontade estou lhe esperando.beijos emilia

Maria Lúcia disse...

Oi Gi!
Fiquei curiosa; acho que tb irei gostar muito de conhecer um pouco mais desta mulher.
Beijos e um maravilhoso sábado!

Monica Loureiro disse...

Boa dica de leitura !
Adorei conhecer este Blog, de uma capixaba que adora ler...
Eu já fiz um CURSO DE CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS delicioso, e acredito também na função terapeutica das histórias....

No site www.golfinho.com.br tem um material bacana sobre isso....

Silvana disse...

Oi Gi!

Eu adoro a prosa do Ruy Castro, que é super leve.

Dele eu já li: Querido Poeta (correspondencias de Vinicius), Mau Humor, Chega de Saudades, Livro dos Insultos e outro do Nelson Rodrigues (o melhor deles).

Olha, só tem um porém: ele é carioquês demais pra cabeça...rs

Ruy Castro é carioca demais e brasileiro de menos no seguinte ponto: ele fala como se o Rio fosse uma entidade e ponto final para o resto do país. Isso pode matar o trampo de um escritor.

Só não mata o dele por ser blasè, bem humorado, leve, bem relacionado e e muito competente.

A prosa leve e bem escrita que tem é comprometida no momento em que ele se esquece que o Brasil vai além do Rio. Acredito que ele seria incapaz de escrever sobre algo que não tenha tido vida no Rio....

Eu me sinto excluída com escritores brasileiros que são assim tão bairristas.

Dele não pretendo ler mais nada, a não ser algo de muito relevante MESMO!

Pelo menos essa é a minha opinião, mas não descarto estar equivocada e aceito o contraditório...rs

Beijoooo

* Fico feliz que esteja melhor.

cantinho she disse...

Ei! Passando pra te deixar um bjo, depois volto com mais calma...bjo,bjo e bjo! ;)

Maíra♥♥♥ disse...

boa sorteeeeeeeeeee no sorteio beijos bom fds!!!

Silvana Nunes .'. disse...

BOM DIA.
Estou dando uma passada rápida para dar uma satisfação de minha ausência por estes dias. Estou com a casa cheia de gente, filhos e genros, desde terça-feira. Amanhã cedo eles retomarão suas vidas normalmente. Daí posso voltar com mais calma. No momento existe uma fila para entrar na internet (rs).
Beijo grande.

Taty disse...

que bom que está melhor amiga...vc me é muito querida viu? Ai preciso ler mais, confesso... sua dica valeu pra eu despertar pois ando muito preguiçosa. É bom ter uma amiga bibliotecária pra dar uns puxoes de orelha...
Boa semana amiga!
Beijossss

calma que estou com pressa disse...

OI gI! SABE QUE ESTE LIVRO ESTÁ NA MINHA LISTA - uma vez um detes testes na net qe se responde um monte de coisas da gente e deu que eu era este livro - ai ai - porque será-depois me conta omo ele é-e porque será ele sou eu ou eu sou ele?
bjs

Lidia Ferreira disse...

Nossa minha amada , ainda bem que vc ja esta melhor , descansa
legal a dica , mas agora descansa amiga
bjs

Isabel Cristina disse...

OIO Giovana, que bom que vc está melhor e pode voltar a sua rotina. Sempre achei a Carmen Miranda muito original, embora saiba pouca coisa sobre a vida dela, quem sabe não leio o livro também?

Mas fiquei curiosa com a reportagem que vc mencionou! Menina, estou sendo indicada por aí!! Tem jeito de me mandar uma cópia, um link, sei lá, qualquer coisa para eu acessar esta reportagem?? Eu ficara muiiiiito feliz!!! Estou curiosíssima e gostaria de divulgar esta boa notícia no meu bloguinho. Aguardo sua respota. Beijocas

Lulú disse...

Olá Giovana, tenho acompanhado a vida de Carmem Miranda, através de comentários, músicas e cinema. Por sinal, assistí ontem, 22, talvez o melhor documentário sobre a vida da Carmem, muito bom. (assistir na sky, no canal GNT)
Beijo.