segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Esperando Um Milagre na Noite de Natal

Imagem daqui
Como eu desejei escrever hoje anunciando um grande milagre. Como sonhei (e sonho) contar para vocês que nesse Natal o Papai Noel foi generoso comigo e com minha família. Que o Menino Jesus, com uma carinha tranquila e serena resolveu nascer lá em casa. Infelizmente não posso fazer esse anúncio e nem posso dizer que minha noite de natal foi uma noite feliz. Uso esse espaço para um desabafo porque não há outro em que o possa fazer.

Imagem daqui


Esperei que na noite santa acontecesse o milagre do perdão. Minha esperança era que com os corações enternecidos pelo nascimento de Jesus Cristo, uma nova atitude fosse possível. Fosse permitido um novo olhar sobre o outro e que a imagem do presépio fosse o referencial nesse dia da festa da vida. Não foi ainda dessa vez. Não foi nessa noite, nesse dia, que recebi o abraço tão esperado. A noite foi triste e apesar da ceia farta, das luzes acesas, dos presentes na árvore, perguntei várias vezes,  a mim mesma, o que estávamos comemorando.

Todos os questionamentos, assim como todos os pedidos,  fiz no silêncio. Toda a lágrima foi enxugada antes mesmo de cair, para que os outros não se sentissem pior. Para que o meu outro filho tivesse direito de sonhar, acreditar no sonho e em milagres, calei a dor. Mas, vocês sabem, essas coisas, quando são profundas, saltam aos olhos e se revelam sem que possamos contê-las.

Imagem daqui

Mas amigos, sou tão teimosa. Além disso, sou tão esperançosa que ao raiar os primeiros sinais do dia seguinte, já estava de novo confiantemente rezando pelo milagre. Certa de que, mais dia menos dia, o meu presente chegará, em forma de abraço ou de palavra. Ou quem sabe na forma de um olhar doce e terno para fazer, de todo os dias, uma Noite Feliz de Natal.

22 comentários:

Misturação - Ana Karla disse...

Ô Gi!
Uma mãe como você merece que o silêncio seja quebrado.
A paciência e a esperança estejam fortes em ti para que logo seja realizado o seu desejo.
Um xero grande!

Astrid Annabelle disse...

Giovanna amiga!
Tenha fé! Quando menos esperar o seu desejo se realiza...lembre-se...Quando ELE quiser!
Um beijo doce para aliviar sua tristeza!
Astrid Annabelle

Chica disse...

Que pena isso, mas não podes perder a esperança...

Força e fé! beijos,tuuuuuuudo de bom,chica

JOANA CAMPOS disse...

Ô Amiga, façamos votos e pensamentos positivos para que Deus mude essa situação o mais breve possível...e que 2011 seja imensamente feliz e realizador pra vc...

Tbém estou triste, mas por um motivo nada....nem u poucquinho igual ao seu...GRAÇAS À DEUS!

é meu continua sem atualizar na lista de blogs dos amigos e nem atualiza npara meus seguidores....é u Ó

e souber me ajudar me dê uma força lá?

Bjs

Joana CAmpos

Tati Pastorello disse...

Gi, você é uma mulher de tanta fé, de tanta garra e com tanto amor. Você sabe que há amor nesta relação, mesmo que o orgulho esteja sufocando este sentimento ele é maior e ainda vai ressurgir, na forma de contato e carinho. Acredite, como disse a Astrid, quando ELE quiser e também quando for a hora. Tudo acontece quando deve acontecer. Que bom que você tem a seu lado o Vitor, que te mostra, dia a dia, a boa mãe que você é. Os exemplos, o homem reto, de caráter, bom profissional que ele se tornou, mesmo que ainda carregando este fardo pesado da mágoa, também deixa claro que você brilha dentro dele. Isso vai passar, amiga. Tenha certeza.
Por ora receba meu abraço com muito carinho. Vocês estão em minhas orações.
Beijos.

pensandoemfamilia disse...

Querida
Não sei o que comentar sobre o assunto que compartilha, mas nada é definitivo, portanto em algum momento haverátransformações que desejo sejam positivas.
bjs.

*** Cris *** disse...

Ei,vc estará em minhas orações e com certeza logo logo esse silêncio será quebrado por doces palavras e um carinhoso abraço que vc tanto espera. Continue confiando no menino Jesus. Muitas paz no seu coração!
Feliz ano novo!

Lu Souza Brito disse...

Gi,

Senti meu coração apertado com seu desabafo. Mas CREIA que as mudanças estão chegando. Não perca a esperança (ou teimosia como você mesma disse).
Um grande beijo. Estou aqui enviando orações e vibrações positivas para vocês.

Dora Regina disse...

Querida, não desanime e nem perca a esperança, dê tempo ao tempo,nada acontece por acaso, tudo é por uma razão...
Continue firme na sua "teimosia", coração de mãe é assim mesmo, muito teimoso!
Um grande abraço com carinho!
Feliz Ano Novo!!!

Glorinha L de Lion disse...

Gi, minha querida, mulher guerreira, de fibra que não esmorece! Mais dia menos dia, isso acontecerá! Estou louca pra te abraçar pessoalmente. Dia 8 já está combinado, né?
Grande beijo minha amiga. A luz virá e iluminará seus dias, tenho certeza!

José María Souza Costa disse...

Passei aqui lendo. Vim lhe desejar um Tempo agradável, Harmonioso e com Sabedoria. Nenhuma pessoa indicou-me ou chamou-me aqui. Gostei do que vi e li. Por isso, estou lhe convidando a visitar o meu blog. Muito Simplório por sinal. Mas, dinâmico e autêntico. E se possivel, seguirmos juntos por eles. Estarei lá, muito grato esperando por você. Um abraço e fique com DEUS.

http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

Jacinta Dantas disse...

Mas o Natal pode se fazer noutro momento, noutros dias, no dia em que chegará o momento. Talvez, Giovanna, ainda não seja o momento dele, por razões que vc desconhece. Mas o dia chegará, e disso você tem certeza porque espera e confia.
Um abraço

Beth/Lilás disse...

Giovana, querida!
Entendo bem o que se passou nesta sua espera pelo milagre, mas quem persegue um sonho, não deve deixá-lo apagar-se da memória, por isso persiga-o, projeta-o, faça-o virar realidade, não desista.
um abraço apertado carioca

Elaine Barnes disse...

Gostaria muito que você recebesse esse abraço.Tua dor passa aqui no coração pela escrita tão cheia de sentimento. Gostaria de saber a resposta do porquê o reloginho parou no tempo.Desejo um 2011 cheinho de boas surpresas e que Deus derrame as bençãos no teu lar com saúde,paz,alegria e muito amor pra colorir sua vida. Montão de bjs eabraços amiga

Meri Pellens disse...

Desejo que o seu desejo se realize em breve. Deus há de atendê-la.
Beijo na alma!

Blog da Anabela Jardim disse...

Certamente ele também sofre por resistir e insistir na distância. Na realidade seu filho deve estar em pensamento muito mais próximo do que você imagina.

Maria Célia disse...

Oi Gi
Que pena não ter acontecido o tão desejado abraço, nesta noite tão especial.
Que Deus na sua infinita misericórida te dê forças pra esperar este dia.
Bjo

Lúcia Soares disse...

Giovanna, o milagre virá, espera com fé, como tem sido até agora.
Não posso me imaginar numa situação dessas e vou continuar rezando e pedindo a Deus uma luz para vocês.
Beijo!

Macá disse...

Giovanna
Que pena que seu Natal não tenha sido iluminado com essa luz - do perdão. Mas talvez não fosse o melhor momento. Dizem que tudo na vida é preparado por ELE, embora às vezes nos pareça tão injusto.
Mas não perca a sua fé, que o que for melhor para vocês dois, está guardado, pode apostar.
um beijo com carinho

Macá disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
orvalho do ceu disse...

Olá, amiga
Deus abençoe o seu coração abatido...
Vc terá a vitória, custe o que custar... sei que sabe disso.
Bjs festivos e de paz

Cantinho She disse...

Ô minha Linda, a Astrid disse tudo, acredite que vai acontecer quando Ele quiser! ;)

Lindonaaaaa tá chegando o dia da gente se conhecer... Obaaaaaaaaa!

Bjo, bjo!
She