segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Aniversário

Completo hoje 45 anos. É um tempão, pelo menos eu acho. Claro que quero estar aqui, entre os meus, amores e amigos por muito mais tempo. Mas quando penso que perdi a minha mãe quando ela tinha apenas 42, vem a certeza de que 45 é um tempo bom. Por isso agradeço a Deus.



Pensei em ficar em casa nessa data arrumando as gavetas, pensando na vida, recebendo as ligações telefônicas costumeiras, cuidando dos afazeres domésticos, até mesmo remoendo tristezas e decepções. Com exceção de arrumar as gavetas, o resto, faço todos os dias, todas as semanas, num vai e vem de mesmice que da dó. Mas hoje vou sair, vou encontrar amigos e festejar com eles. Levo junto os lá de casa que eu amo. Nem todos querem ir, paciência. Ainda não compreenderam a importância do relacionar-se.


Refletindo sobre tudo isso, sobre a vida, sobre os descasos e acasos, as chegadas e as partidas, tudo o que sou, que é na verdade tudo que tenho, percebi que antes de qualquer coisa o meu maior dom é o de cultivar amigos e pessoas e fazer o possível em manter com elas um sentimento de afeto e companheirismo. Isso já é um bom motivo para comemorar aniversário. Lembrei também daquela amiga que me falou que o dia do nosso aniversário é o dia que Deus revela a todo mundo o quanto Ele nos ama. Afinal se não fosse o amor de Deus eu estaria escrevendo isso agora? Claro que não.
Cada vez entendo menos aquelas pessoas que se escondem, se esquivam, não recebem cumprimentos ou quando o fazem você percebe que celebrar aniversário é um sacrifício. Que pena! Não se deram conta da dimensão exata do dom da vida, da gratuidade do amor de Deus. Alguns entendem ou acham que o aniversário anuncia a velhice e consequentemente a morte. Realmente esse pensamento traz amargura, tristeza e afasta a alegria e o agradecimento. Porém decido para mim o contrário, decido celebrar a vida considerando que estou no caminho para uma vida maior, serena, segura, para sempre, eterna, que iniciei no ventre da minha mãe por uma graça de Deus, mantida com sacrifícios e lutas também pela graça de Deus e cheia de vitórias e superações apenas por mérito Daquele a quem tudo devo e em quem confio plenamente. Aquele a quem um dia quero contemplar com os meus próprios olhos.
 
Portanto decidi investir agora em relacionamentos. Quero construir minha trajetória recebendo e doando afeto, carinho, cuidado, atenção. Fica proibida em mim a indiferença, a frieza, a desatenção, com o outro, com meus irmãos, sejam eles de sangue, de coração ou simplesmente na fé. Permito-me chorar de vez em quando, porém sem esquecer que eu tenho uma enorme vocação pra ser feliz. Essa decisão tomei durante uma crise de tristeza e solidão, aquela que a gente costuma chamar de depressão. Quando chorei poucos amigos, pouco mesmo, você não acreditaria se eu dissesse quantos, vieram me perguntar o que estava acontecendo, deixar uma palavra de carinho ou me dar um abraço afetuoso. A partir daí decidi cultivar amigos, me preocupar com as pessoas, me importar com o outro, acolher e tomar de vez consciência que o mundo não gira em torno do meu umbigo. Por isso hoje eu me desejo FELIZ ANIVERSÁRIO, FELIZ VIVER, FELIZ RELACIONAMENTO e agradeço de coração, a você, que veio me desejar o mesmo.
 
Em 01 de agosto de 2009.

3 comentários:

Jacinta Dantas disse...

Querida irmã
Que bom sentir em palavras o que percebo em seus gestos e atitudes, cultivando amizades, aquecendo o coração...aolhendo e celebrando o viver.
Celebrar a vida: esse deveria ser o tema da ordem do dia.
Vou já adicionar vc ao meu florescer.
Grande abraço

A menina que roubava idéias disse...

Roubei uma frase, vou colocá-la no blog e linkar para ca. beijos

Bordados e Retalhos disse...

Ai amiga tenho que aprender a fazer isso. Tô apanhando. Rsrsrs. Bjs